Rebellion define parceiros de Senna para temporada do WEC

Brasileiro, que permanece na equipe depois do título da LMP2 em 2017, terá companhia de peso com dois ex-Porsche no #1

A Rebellion, equipe privada que disputará a temporada 2018/2019 do WEC na classe LMP1, definiu as formações de seus pilotos para seus dois protótipos.

Bruno Senna, que permanece na equipe para a próxima campanha, terá companhia de peso no protótipo #1. O brasileiro correrá ao lado de Neel Jani e Andre Lotterer, ex-campeões do WEC e que até o ano passado competiam pela Porsche.

Jani, suíço de 34anos, conquistou o título da categoria em 2016. Ele, que também tem no currículo uma vitória nas 24 Horas de Le Mans, no mesmo ano, retorna à Rebellion, equipe pela qual competiu no WEC até 2013.

Já Lotterer, 36, foi campeão da temporada inaugural do WEC, em 2012, quando ainda estava na Audi. No ano passado, com a saída da fabricante da categoria, o alemão guiou pela Porsche.

Senna, por sua vez, fica na Rebellion pela segunda campanha consecutiva. Em 2017, o brasileiro conquistou o título da classe LMP2 ao lado de Julien Canal. Para este ano, a equipe retorna à classe principal com um modelo Oreca, que será rebatizado R-13. 

No outro protótipo da equipe, o #3, estarão Mathias Beche, Gustavo Menezes e Thomas Laurent. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias WEC
Tipo de artigo Últimas notícias