Toyota confirma mudança para motor turbo em 2016

Japoneses deixam motor aspirado de lado na próxima temporada do Mundial de Endurance; carro deste ano não será mais desenvolvido

A Toyota confirmou uma mudança significativa para a temporada 2016 do WEC: saem os motores V8 aspirados e entram propulsores turbinados. O diretor técnico da fabricante japonesa, Pascal Vasselon, foi quem anunciou as mudanças, em conversa com o Motorsport.com.

O francês, entretanto, limitou-se a dizer apenas que a mudança será aplicada, sem dar detalhes sobre a configuração dos novos motores. "É um pouco cedo para liberar qualquer informação específica. Mas não vamos manter a configuração de um V8 aspirado, será um motor turbo”, disse.

Segundo o Motorsport.com apurou, o propulsor deve ser menor do que o V8 atual e, além disso, a Toyota deve subir para a classe de 8MJ, que tem se mostrado recompensadora para a Porsche em 2015. O novo pacote técnico também trará novidades no sistema híbrido.

O carro de 2016 já tem nome – Toyota TS050 – e tem testes programados para o final de dezembro.

Interrupção do desenvolvimento do carro de 2015

Com tantas mudanças programadas para o carro do próximo ano, a consequência lógica é que o restante desta temporada seja comprometida, pois a Toyota deixará de desenvolver significativamente o TS040 para concentrar esforços no novo protótipo.

"Claramente, não seria muito eficiente para nós seguir desenvolvendo o carro deste ano. Poderíamos ajustar algumas coisas nele, mas não acreditamos que teríamos avanços gritantes. Então, sim, estamos totalmente concentrados no projeto do próximo ano”, revelou Vasselon.

“Nossa desvantagem (em relação aos adversários) irá variar, obviamente, dependendo das características dos circuitos. No entanto, esperamos um final de temporada complicado, algo parecido com o que a Audi viveu no ano passado", adicionou.

Terceiro carro em Le Mans é uma possibilidade

Existe a possibilidade de a Toyota incluir um terceiro carro na edição de 2016 das 24 Horas de Le Mans em 2016, mas isso só vai acontecer se isso não atrapalhar o desenvolvimento inicial do projeto do TS050. A decisão depende, também, de quanto será o aumento do orçamento, previsto para acontecer de 2016 em diante.

"Antes, não éramos capazes de incluir um terceiro carro, mas agora eu sei que essa pergunta será feita. Agora eu não tenho essa resposta, pois ainda não sabemos o nosso orçamento completo. Sabemos que teremos mais recursos, mas nunca estaremos no mesmo nível que Audi e Porsche, isso é certo”, observou.

“Ainda teremos que avaliar se a inclusão de um terceiro carro sem que isso gere impacto negativo em nosso programa de desenvolvimento é possível”, encerrou o francês.

Interview by Basile Davoine

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias WEC
Equipes Toyota Racing
Tipo de artigo Últimas notícias