Citroen corta programa do WTCC em 2017 e deixa Loeb a pé

Montadora francesa reduz sua estrutura para apenas dois carros de fábrica em 2016 sem o time do nove vezes campeão de rali

Dominando o campeonato desde o ano de 2014 com o argentino José Maria Lopez, a Citroen sairá do WTCC ao final da temporada de 2016.

A decisão do Grupo Peugeot Citroen PSA de entrar na Fórmula E com sua submarca DS acabou fazendo com que um dos dois programas de competição da marca - o WRC ou WTCC – fosse cortado.

Por isso, no próximo ano a Citroen vai diminuir seus quatro carros de fábrica para apenas dois, mantendo o campeão Lopez e Yvan Muller e tirando espaço de Ma Qing Hua e Sebastien Loeb.

O nove vezes campeão WRC, que correrá o Rali Dakar com a Peugeot em janeiro, pode optar por continuar a correr com o sua própria equipe apesar de ser descartado pela fábrica da Citroen. O francês também poderá abandonar o campeonato.

A montadora francesa também decidiu que irá ter um ano de hiato em seu programa no WRC para se focar em 2017.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias WTCC
Pilotos Sébastien Loeb , Yvan Muller , Jose Maria Lopez
Equipes Citroën World Touring Car team
Tipo de artigo Últimas notícias