Dakar confirma Peru como única sede da edição 2019

compartilhar
comentários
Dakar confirma Peru como única sede da edição 2019
Sergio Lillo
Por: Sergio Lillo
Traduzido por: Daniel Betting
29 de jun de 2018 21:15

Governo peruano classificou mítica competição como "Evento de Interesse Nacional"

As dúvidas deixam o horizonte do Dakar 2019 depois de algumas semanas de incerteza sobre sua presença no Peru em janeiro próximo.

Uma semana atrás, o governo do país andino colocou em dúvida sua presença no lendário rali em seu território devido às necessidades económicas de celebrar o Dakar, tanto em termos de investimento em infraestrutura, segurança e outras necessidades, como a taxa cobrada pela Amaury Sport Organisation (ASO), organizadora do evento.

Embora uma resposta definitiva fosse esperada do executivo de Martín Vizcarra na última quinta-feira, 21 de junho, foi apenas nesta quinta-feira que o evento foi declarado como "de Interesse Nacional". Isso implica que o governo prioriza investir nele.

Leia também:

Em um post no Facebook, a organização confirmou a presença do Dakar no Peru de 6 a 17 de janeiro de 2019, com um dia de descanso e largada e chegada em Lima. Este tipo de comunicação tem sido habitual nos últimos tempos. Lembramos que a ASO também anunciou que o Peru foi confirmado para o Dakar de 2019 em 2 de março através de sua conta oficial do Facebook.

Os últimos dias foram intensos, com a ASO querendo tranquilizar os competidores na última sexta-feira por meio de um breve comunicado enviado por e-mail.

"Caros competidores, a construção do Dakar 2019 continua. Estamos em estreito relacionamento com as autoridades peruanas. Vamos mantê-los informados sobre a evolução da situação e agradecemos a sua confiança", disse a ASO no comunicado.

Aparentemente, um dos pontos chave foi que o Ministério da Cultura colaborou para estabelecer áreas restritas por onde o rali pode passar, como fizeram na edição de 2018. Nesta quinta-feira, o vice-ministro de Patrimônio Cultural e Indústria, Luis Villacorta , confirmou sua disposição em ajudar na celebração do evento.

 

"La posición del ministerio es a favor de una realización que ofrezca las garantías de la protección al patrimonio. El año pasado el Dakar se realizó afortunadamente tomando todas las previsiones del caso, con recursos que suministró el MEF [Ministerio de Economía y Finanzas]. La única manera como se podría hacer bien es replicando ese mismo formato", aseguró en declaraciones recogidas por el diario peruano Gestión.

Así, después de semanas de incertidumbres, el Dakar 2019 sigue vivo y los trabajos de reconocimiento del terreno para el diseño de la ruta empezarán en las próximas semanas, prolongándose durante este verano europeo. 

Las inscripciones para motos y quads se cierran el próximo 15 de julio. Para SxS, coches y camiones, el 1 de noviembre.

Next article
Peru coloca realização da edição 2019 do Dakar em dúvida

Previous article

Peru coloca realização da edição 2019 do Dakar em dúvida

Next article

Game do Rally Dakar tem data de lançamento confirmada

Game do Rally Dakar tem data de lançamento confirmada
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Dakar
Autor Sergio Lillo