Guerra de palavras entre KTM e Honda esquenta Dakar

Antes do início do rali, montadoras trocam farpas por meio da imprensa e criam clima de animosidade

Vencedora do Dakar no ano passado com Sam Sunderland e lutando para ampliar uma sequência de títulos entre as motos que dura desde 2001, a KTM tem cada vez mais tido uma forte oposição da Honda. Não só dentro das competições, como também fora delas.

Piloto da Honda, o norte-americano Ricky Brabec disparou contra a KTM após a última etapa do Mundial Cross Country, ocorrida no Marrocos no ano passado.

"Eles têm um bom porta-voz dentro da FIM e na organização do rali", disse.

“Eles competem seguindo sua própria rota todos os dias, isso é complicado para nós. É muito difícil, porque quando eles fazem algo errado e são penalizados, acabam dando a eles o tempo de volta. Eles não marcam um waypoint, eles retomam a penalidade, ficam no rio, e devolvem a eles o tempo perdido", assegurou ele.

A KTM não recebeu bem a crítica de Brabec. Diretor esportivo da marca, Jordi Viladoms garante que os japoneses lutaram pelo título no Mundial Cross Country apenas por quedas do principal piloto da KTM, Sam Sunderland.

"Nós começamos muito forte com Sam, que está em forma e, basicamente, as coisas ficaram mais disputadas porque Sam nas duas últimas corridas caiu. Não foram grandes erros, mas apenas circunstâncias das corridas."

"Nesse sentido, estamos confiantes, sabemos que a Honda é forte e temos que estar preparados para isso, como eles mostraram no último Dakar. Mas acho que no Mundial, exceto pela Argentina, dominamos as outras provas e sabemos que temos potencial para repetir isso no Dakar."

Quando perguntado sobre as declarações de Brabec, Viladoms respondeu surpreso: "Há uma parte que eu gosto, quando diz que há uma pessoa que fala bem com a FIM e com a organização – é claro que ele se refere a mim.”

“Eu aprecio o seu pensamento de que eu faço o meu trabalho bem, mas no resto de seus comentários, acho que ele foi muito infeliz ao dizer essas coisas, que não vêm à mente. Também não é o estilo da KTM falar sobre as outras equipes assim."

O Dakar começa no próximo dia 6, em Lima, no Peru.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Dakar
Equipes Red Bull KTM Factory Racing (MXGP) , Monster Energy Honda Team
Tipo de artigo Últimas notícias