Mercedes deixa o DTM e confirma entrada na Fórmula E

Com isso, empresa alemã é mais uma a confirmar entrada como time oficial na categoria de carros elétricos a partir de 2019

A Mercedes anunciou que deixará o DTM ao fim da temporada de 2018 para entrar na Fórmula E a partir de 2019.

A empresa sediada em Stuttgart vem sendo uma participante fundamental do DTM desde seu relançamento, em 2000, e sua saída deixa a categoria alemã com apenas duas fabricantes, Audi e BMW, a partir de 2019.

A Mercedes, que mostrou seu interesse em entrar na Fórmula E em outubro, se junta a outras empresas que passam a integrar a categoria de carros elétricos.

“Nossos anos no DTM sempre serão um grande capítulo na história automobilística da Mercedes”, disse Toto Wolff, chefe de competições da empresa.

“Eu quero agradecer a todos os membros da equipe cujo trabalho fantástico ajudou a fazer a Mercedes-Benz a fabricante mais bem sucedida do DTM neste período. Sair é duro para todos nós, e faremos tudo o que for possível durante esta temporada e a próxima para garantir que vençamos o máximo de títulos possíveis no DTM antes de irmos. Devemos isso aos nossos fãs e a nós mesmos.”

Assim, a Mercedes se torna mais uma fabricante do ramo automotivo a confirmar sua entrada na Fórmula E. Audi e BMW, que também estão atualmente no DTM, estarão na categoria de carros elétricos nas próximas temporadas. 

Contudo, Wolff ressaltou que a confirmação da entrada da Mercedes na Fórmula E em nada interfere na participação da empresa na F1. "No automobilismo, assim como em qualquer área, queremos ser referência e explorar novos projetos inovadores. A combinação entre F1 e Fórmula E proporciona isso", disse. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias DTM , Fórmula E
Tipo de artigo Últimas notícias