Adrian Sutil passará um ano e meio em liberdade condicional

compartilhar
comentários
Adrian Sutil passará um ano e meio em liberdade condicional
Por: Luis Fernando Ramos
31 de jan de 2012 09:06

Sentença proferida na manhã desta terça definiu também o pagamento de uma multa de 200 mil Euros que será doada para a caridade

Adrian Sutil deixará de ser réu primário após decisão do tribunal da cidade de Munique

Adrian Sutil passará um ano e meio em liberdade condicional, definiu nesta terça-feira um tribunal da cidade de Munique. A sentença terá um efeito prático mínimo no cotidiano do piloto, que continuará a ter uma vida normal. Terá apenas algumas responsabilidades perante a justiça de seu país, como informar eventuais mudanças de residência.

O piloto alemão, porém, fica com a sentença registrada e deixa de ser réu primário no sistema judiciário do país, o que eventualmente poderia lhe causar problemas para entrar em alguns países.

Sutil também terá de pagar uma multa de 200 mil Euros (cerca de R$ 460 mil), que serão destinados à caridade. A decisão da juíza Christiane Thiemann é relativa ao incidente envolvendo o piloto e o empresário Eric Lux, ocorrido na noite de 17 de abril do ano passado em uma boate em Xangai. Após um desentendimento, Sutil feriu Lux no pescoço com um copo de champanhe.

Ao final da sessão, o piloto mostrou uma mistura de alívio e decepção. “Em primeiro lugar, estou feliz que isso acabou. O único positivo de isso tudo é que estou limpo com o senhor Lux. Demos um aperto de mãos”.

Sutil não descartou fazer um ano sabático em 2012. “É uma possibilidade. Ainda precisamos refletir o que é melhor”, declarou ao Auto Motor Und Sport. O alemão não conseguiu esconder sua decepção com a ausência de Lewis Hamilton no banco das testemunhas. O inglês presenciou o ocorrido na boate em Xangai, mas não compareceu ao tribunal em Munique alegando problemas de agenda.

“Qualquer um pode imaginar o que eu penso disso. Teria sido um gesto bacana se ele tivesse comparecido”, disse o alemão.

Os advogados de Sutil têm ainda uma semana para decidir se vão recorrer ou não da sentença.

 

Próxima Fórmula 1 matéria
Barrichello classifica teste da Indy como "divertido"

Previous article

Barrichello classifica teste da Indy como "divertido"

Next article

Ecclestone quer Petrov na F-1, diz empresária do piloto

Ecclestone quer Petrov na F-1, diz empresária do piloto
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Adrian Sutil
Autor Luis Fernando Ramos
Tipo de matéria Últimas notícias