Alonso crê que seis times têm “grandes problemas”

compartilhar
comentários
Alonso crê que seis times têm “grandes problemas”
Por: Matt Beer
26 de fev de 2018 19:29

Piloto espanhol também acredita que combinação McLaren/Renault tem "enorme" potencial

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Kimi Raikkonen, Ferrari SF-71H
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team RS18
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09
Sergey Sirotkin, Williams FW41
Fernando Alonso, McLaren MCL33

Fernando Alonso saiu da pista depois de dar apenas seis voltas na manhã, quando teve um problema na roda traseira direita de sua McLaren, indo parar na caixa de brita.

O incidente pareceu irônico, dada a expectativa da McLaren, após a mudança para a Renault, depois de três temporadas frustrantes com a Honda.

Mas Alonso disse que, embora o incidente fosse muito público, outras equipes tiveram dias muito piores.

"Este é um problema muito, muito pequeno, mas muito óbvio", disse ele. "Um carro na brita é muita coisa.”

"Há seis equipes na garagem com a porta fechada e o carro em pedaços, mas ninguém vê, não há imagem disso.”

"Há muitas equipes com problemas, grandes problemas, e nós com apenas um na porca que vai agitar o dia."

Ele insistiu que a McLaren "nem sequer planejava correr muito pela manhã" e ficou muito satisfeita com as 51 voltas dadas.”

"Eu fiz a maioria das voltas à tarde", acrescentou Alonso. "Outros pilotos tiveram alguns problemas. É um bom começo."

Ele sublinhou que estava muito mais feliz com a situação do motor da McLaren, agora que estava trabalhando com a Renault.

"Tudo está funcionando muito bem", disse Alonso. "Há algumas coisas que estamos tentando mudar e tentando nos adaptar, como todos os carros novos, mas até o lado do motor estou extremamente feliz e acho que existe um enorme potencial na equipe.”

"No lado do desempenho é muito cedo para dizer, mas tudo parece estar de acordo com nossas expectativas do túnel de vento e dos dados que tivemos antes de testar.”

"Não tenho motivos para pensar que não seremos competitivos. Sabemos o bom desempenho do chassi no ano passado.”

"Temos um motor que não é um experimento. É uma evolução do ano passado que ganhou corridas."

Relatos adicionais por Adam Cooper

Próxima Fórmula 1 matéria
Ganho de desempenho não é prioridade da Honda em 2018

Previous article

Ganho de desempenho não é prioridade da Honda em 2018

Next article

Kimi faz ressalvas, mas aprova primeiro dia da Ferrari

Kimi faz ressalvas, mas aprova primeiro dia da Ferrari

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Equipes McLaren
Autor Matt Beer
Tipo de matéria Últimas notícias