Alonso iguala Mansell, mas mira em marca de Schumacher

Espanhol é quarto maior vencedor, junto de inglês, mas busca ser o maior pontuador da história da Fórmula 1

A 31ª vitória de Fernando Alonso, selada no GP da China, o igualou a Nigel Mansell como o quarto maior vencedor da história da categoria. À frente do espanhol no quesito, estão apenas Ayrton Senna, com 41, Alain Prost, com 51, e Michael Schumacher, com 91.

“Fico muito orgulhoso de seguir ganhando corridas e estar em uma lista muito seleta de pilotos”, afirmou o piloto da Ferrari, ouvido pelo TotalRace em Xangai. “Como disse no início do ano, quero tentar superar Schumacher em número de pontos o quanto antes, o que me deixaria muito feliz. É importante seguir pontuando fazendo boas corridas.”

 

Piloto

Vitórias

GPs

1

Michael Schumacher

91

308

2

Alain Prost

51

202

3

Ayrton Senna

41

162

4

Nigel Mansell

31

191

4

Fernando Alonso

31

201

6

Jackie Stewart

27

100

6

Sebastian Vettel

27

104

8

Jim Clark

25

73

8

Niki Lauda

25

177

10

Juan Manuel Fangio

24

52

Na estatística dos maiores pontuadores da história, citada por Alonso, o espanhol é o segundo, com 1407, atrás apenas de Schumacher, que somou 1566.  Ainda que a mudança no sistema de pontuação ocorrida em 2010 mascare estes dados, pois desde então, as posições rendem basicamente 2,5 vezes mais que no passado, o espanhol valoriza esta marca e acredita que está próximo de batê-la, haja vista a performance de sua Ferrari até aqui.

“O carro funciona bem e nos dá a noção de que podemos estar no pódio constantemente, algo que era um sonho nesse momento do ano passado”, comparou, lembrando que foi nono colocado no GP da China de 2012.

Alonso revelou que havia visto a vitória como uma clara possibilidade nas provas anteriores e se mostrou aliviado por tudo ter funcionado a seu favor na China.

“É bom para nós, porque na Austrália perdemos porque ficamos no tráfego no primeiro stint e na Malásia estava convencido de que poderia lutar entre os ponteiros. Então estava com um gosto agridoce na boca, pensado que poderia ter vencido se fizesse isso ou aquilo. Na China, tudo correu bem e a vitória nos coloca na direção correta.” 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias