Alonso: "Seremos muito, muito competitivos com a Renault"

Espanhol espera que a McLaren esqueça “muito rapidamente” os três anos de motor Honda

A oportunidade de fazer uma pré-temporada ativa, além de estrear no endurance com um olho em Le Mans, são as duas questões que convenceram Fernando Alonso a disputar as 24 Horas de Daytona marcadas para o próximo fim de semana.

No entanto, o espanhol não deixa de pensar na Fórmula 1, "meu objetivo prioritário". Assim, recentemente chegou a Charlotte, expressa seus desejos para este ano, marcado pela entrada do motor da Renault na McLaren.

"Espero que estes três anos [com o motor da Honda] sejam esquecidos muito rapidamente, o cenário é completamente diferente para nós. Acreditamos que podemos ser muito, muito competitivos com o motor Renault na próxima temporada", disse ele em entrevista à ESPN.

Fernando conta como estão sendo esses meses estão em Woking com a adaptação do novo propulsor do MCL33.

"Todos os preparativos para o novo carro parecem muito mais promissores do que antes, nossas esperanças são muito altas para o novo ano, o humor na equipe é completamente diferente", reitera o bicampeão da F1.

Por outro lado, Eric Boullier confirmou nesta quinta-feira que o MCL33 já passou no "crash test" da FIA e está pronto para continuar com a fabricação do primeiro chassi que será lançado em Barcelona no final de fevereiro.

 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias