Aposentado da F1, Massa admite que ainda acompanha categoria

Mesmo sem competir na maior categoria do automobilismo mundial, piloto relata rotina pesada, mesmo fora da rotina em que esteve dentro por quase duas décadas

Após a aposentadoria da Fórmula 1, as únicas ocasiões em que Felipe Massa entrou em um carro corrida foi nas 500 Milhas de kart da Granja Viana e neste fim de semana em Interlagos, onde compete na primeira etapa da Stock Car como convidado na Corrida de Duplas.

Mesmo longe do agito e glamour da categoria em que esteve por quase duas décadas, Massa relatou uma rotina que fica longe de ser a de um “aposentado”.

“Bem mais tranquila, (sobre a rotina) ainda mais em fevereiro. Só que eu não parei muito, para falar a verdade. Este trabalho na FIA está me levando muito ao escritório em Genebra, pelo menos uma vez por semana, muitos e-mail, muitas coisas para resolver, muitas coisas para aprender lá também, vim aqui para gravar o comercial da Chevrolet que durou três dias, vim para cá e voltei para lá, para depois voltar pra fazer Stock Car, não parei muito em casa, mas estou curtindo, feliz e pronto para essa nova fase da minha vida.”

Os meses de fevereiro e março são normalmente muito intensos para os pilotos da F1, principalmente com os testes de pré-temporada e o treinamento físico, na preparação de mais uma temporada.

Massa admite que acompanha a F1, mas que ainda não sente falta.

“A gente acompanha todo dia, vê os tempos, os testes em geral, mas por enquanto não estou sentindo falta, talvez quando começar o campeonato, mas nos testes, não estou sentindo muita falta.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias