Bottas não espera compensação por ceder vitória na Rússia

compartilhar
comentários
Bottas não espera compensação por ceder vitória na Rússia
Por: Scott Mitchell
Co-autor: Adam Cooper
1 de out de 2018 17:25

Piloto finlandês crê que mostrou a todos que merecia triunfo em Sochi, e diz que ordem de equipe foi “confusa”

Valtteri Bottas disse que ficou surpreso ao ser ordenado ceder o primeiro lugar para seu companheiro de equipe da Mercedes, Lewis Hamilton, durante o GP da Rússia, e achou a comunicação da ordem confusa.

A Mercedes disse a Bottas para deixar Hamilton passar antes da metade da corrida, quando o britânico tinha uma bolha no pneu traseiro esquerdo e a proximidade de seu rival pelo título, Sebastian Vettel, era uma real ameaça.

Ele alegou que não havia previsto que a situação surgisse. Bottas sugeriu que o problema foi "talvez até as comunicações durante a corrida e também antes da corrida".

Perguntado pelo Motorsport.com se a forma como foi tratado foi a questão principal, Bottas disse: "sim, foi um pouco confuso”.

"Não era algo que havíamos planejado. Normalmente, passamos por tudo antes da corrida, todos os cenários e como reagiríamos a essas coisas. O que aconteceu hoje nós nunca poderíamos esperar que acontecesse e foi de repente que eu recebi a mensagem. Eu definitivamente não esperava por isso, foi um pouco confuso."

Bottas disse que não entendeu por que recebeu a ordem depois de ter sido dito para atacar Max Verstappen, que estava liderando a corrida com pneus velhos.

"Eu estava chegando mais perto e planejava ultrapassá-lo duas voltas depois, estava ficando cada vez mais perto", disse Bottas.

"De repente, recebi uma mensagem para deixar Lewis passar. Isso foi confuso."

Bottas disse que estava bem com um pedido anterior para segurar Vettel enquanto Hamilton se preparava para o pit, porque era apenas para deixar Hamilton à frente da Ferrari.

Sacrificar a vitória significa que Bottas ainda espera por sua primeira vitória nesta temporada, mas ele disse que é mais fácil agora, já que segundo ele "não há nada que possa conseguir alcançar que realmente importe", apesar de ter ultrapassado Kimi Raikkonen, da Ferrari, pelo terceiro no campeonato.

A vitória de Hamilton ampliou seus pontos de vantagem sobre Vettel para 50 pontos, enquanto a vantagem do campeonato de construtores da Mercedes sobre a Ferrari é de 53 pontos.

"Não espero nada de volta da equipe", afirmou Bottas quando perguntado pelo Motorsport.com se lhe haviam prometido uma compensação futura.

"Quando e se eu ganhar, eu quero ganhar de maneira pura. Como pessoa, como atleta, não é o ideal. Hoje foi realmente pelo time."

Bottas garantiu a volta mais rápida da corrida no momento em que ele e Hamilton avançaram nos estágios finais do GP, mas disse que isso não significou nada.

"Eu ainda estava no modo de economia do motor", disse ele. "Parecia e um bom ritmo no final, honestamente. Havia muito mais ritmo disponível durante todo o segundo stint atrás de Lewis”.

"Não há pontos para a volta mais rápida, mas sei o quanto eu tive de ritmo durante o fim de semana e muitas pessoas também sabem disso. Para mim, isso é o principal. Eu sei que poderia ter vencido em igualdade de condições."

Próxima Fórmula 1 matéria
Relembre 10 vezes em que pilotos deram a vitória a parceiros

Previous article

Relembre 10 vezes em que pilotos deram a vitória a parceiros

Next article

Hamilton critica defesa de Vettel no GP da Rússia

Hamilton critica defesa de Vettel no GP da Rússia
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias