Brawn planeja discutir sistema de punições de grid com FIA

compartilhar
comentários
Brawn planeja discutir sistema de punições de grid com FIA
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble , Formula 1 Editor
5 de set de 2017 18:49

Chefe da Fórmula 1 diz que quer discutir com entidade maneiras de mudar sistema de penalidade do esporte, após o caos no GP da Itália

The start of the race
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, the rest of the field at the start
Ross Brawn and Bruno Michel
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10, at the start of the race

Os fãs da F1 torceram o nariz antes do GP da Itália, quando a categoria enfrentou uma situação em que era muito difícil saber qual era o grid de largada oficial.

Isso porque nove pilotos receberam punições, que totalizaram 150 posições de grid, com apenas Lewis Hamilton garantindo o mesmo lugar que havia conseguido na pista.

Ross Brawn deixou claro que não gostou do sistema e que Monza adicionou um novo ímpeto para mudar as coisas.

"É um aspecto do regulamento que precisa ser observado de perto, porque se é certo a princípio, sua implementação é definitivamente difícil para os fãs", disse Brawn.

"Temos algumas ideias sobre como mudá-lo e precisamos discutir isso em detalhes com a FIA para ver como melhorar a situação."

Brawn não é o único na F1 infeliz com o que aconteceu em Monza.

O diretor de corridas da McLaren, Eric Boullier, pediu uma reavaliação da situação e sugeriu que punições financeiras poderiam ser uma solução melhor.

"Eu concordo com Ross", disse ele quando perguntado pelo Motorsport.com sobre sua visão do sistema de penalidade. "Ross disse no início da semana que queria se livrar disso e deveríamos, para ser honesto."

"Você já tem uma punição quando quebra algo no carro, então acho que deveria ser apenas com base no ritmo e não em uma penalidade de grid."

"Se você tem quatro ou três motores por ano, então, quando você quebra um, você se prejudica: então, se você quebrar 10 motores, obviamente poderá haver um sistema de penalidades que não seja esportivo, mas financeiro."

Festa recorde

Apesar da polêmica das punições, Brawn ficou encantado com o sucesso de público do fim de semana.

"Tivemos uma participação recorde para este evento, de 185.000, de quinta-feira a domingo em Monza, superando o recorde anterior, em mais de 15%."

"Monza realmente tem uma atmosfera especial, graças à atração desta pista histórica e ao entusiasmo da multidão italiana, impulsionada por um grande número de visitantes estrangeiros também."

"Um agradecimento especial deve ser dado a todos aqueles que se sentaram na chuva no sábado para assistir a classificação."

Próxima Fórmula 1 matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias