Brawn: Proposta de novo motor mostra que F1 ouviu os fãs

compartilhar
comentários
Brawn: Proposta de novo motor mostra que F1 ouviu os fãs
1 de nov de 2017 17:46

Diretor administrativo da Fórmula 1 elogia novas medidas da FIA para tornar unidades de potência mais atraentes aos olhos do público

Max Verstappen, Red Bull Racing RB13 leads at the start of the race with Lewis Hamilton, Mercedes-Benz F1 W08 and rear puncture after colliding with Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Ross Brawn, Formula One Managing Director of Motorsports
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08, Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H and the rest of the pack at the start
Start: Max Verstappen, Red Bull Racing RB13 leads Sebastian Vettel, Ferrari SF70H and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08 into turn 2
Ross Brawn, Formula One Managing Director of Motorsports and Chase Carey, Chief Executive Officer and Executive Chairman of the Formula One Group
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, Lewis Hamilton, Mercedes-Benz F1 W08 and Sebastian Vettel, Ferrari SF70H battle at the start of the race
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08, Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10, Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team RS17. and Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H at the start

A FIA divulgou nesta terça-feira (31) a primeira proposta para o que será a nova especificação das unidades de potência da F1 a partir de 2021. Para Ross Brawn, as novidades estão de acordo com o que os fãs pediram.

"A unidade de potência de 2021 é um exemplo da maneira futura com que a FIA como reguladora, a F1 como detentora de direitos comerciais, e as equipes e os fabricantes como partes interessadas, trabalharão em conjunto para o bem comum do esporte", disse Brawn, diretor administrativo da F1.

"A proposta apresentada hoje foi o resultado de uma série de encontros que aconteceram durante 2017 com as equipes que atualmente participam do campeonato mundial de Fórmula 1 e os fabricantes que mostraram seu interesse em fazer parte do ponto mais alto do esporte motor."

"Além disso, ouvimos cuidadosamente o que os fãs pensam sobre a atual unidade de potência e o que eles gostariam de ver em um futuro próximo, com o objetivo de definir um conjunto de regulamentos que proporcionem uma unidade mais simples, mais barata, mais barulhenta e que criará condições para facilitar a entrada de novos fabricantes na Fórmula 1."

A geração atual de unidades de potência turbo V6 da Fórmula 1, introduzidas em 2014, enfrenta críticas de alguns por ser mais silenciosa do que a geração anterior de V8 aspirados. A partir de 2021, o sistema de recuperação de energia MGU-H será removido e o limite de rotação dos motores será aumentado, o que deve significar mais som.

"A nova F1 tem como objetivo ser a principal competição mundial de esportes a motor casada com tecnologia de ponta", afirmou Brawn.

"Queremos excitar, envolver e admirar os fãs de todas as idades, mas fazer isso de forma sustentável. Acreditamos que a futura unidade de potência alcançará isso."

Próxima Fórmula 1 matéria
Dano em difusor dificultou recuperação de Hamilton no México

Previous article

Dano em difusor dificultou recuperação de Hamilton no México

Next article

Promotores não aceitam antecipar GP do México para junho

Promotores não aceitam antecipar GP do México para junho
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias