Briatore descarta transferência de Alonso para Mercedes

Apesar das especulações, Flavio Briatore diz que Fernando Alonso não sai da McLaren rumo à Mercedes para ocupar o lugar de Nico Rosberg

Fernando Alonso não vai se transferir da McLaren para a Mercedes. Quem garante é Flavio Briatore, que tem sido parte da equipe que gerencia a carreira do asturiano desde a chegada à Fórmula 1.

Mesmo com os rumores de que Alonso poderia ser o substituto de Nico Rosberg - aumentados quando Toto Wolff, chefe da Mercedes, disse que o nome do espanhol era considerado - Briatore garante que o contrato atual com a McLaren será respeitado.

"Por que toda vez que há um assento disponível o nome de Fernando sempre é mencionado? Há um contrato vigente, que será respeitado", disse Briatore em entrevista ao diário italiano Gazzetta dello Sport.

Sabe-se que Alonso é um dos pilotos que conversou com Wolff imediatamente após o surpreendente anúncio da aposentadoria precoce de Rosberg, cinco dias após se tornar campeão da temporada 2016.

Entretanto, acredita-se que a contratação de Alonso jamais foi considerada - não somente pela questão contratual, mas também pelo tumultuado relacionamento que o espanhol teve quando dividiu a garagem com Lewis Hamilton na McLaren, em 2007.

Embora Alonso já tenha deixado uma equipe antes do fim de um contrato - caso da saída da Ferrari para a McLaren, no final de 2014 - Briatore ressalta que esta é uma situação diferente e que a saída do time italiano teve a benção do então presidente da fabricante italiana, Luca di Montezemolo.

"A situação era diferente e ele tinha um acordo com di Montezemolo - se não conquistasse o título em 2014, Alonso estaria livre para fazer o que quisesse - e Luca manteve a promessa. É verdade que (Marco) Mattiacci, então chefe da Ferrari, ofereceu mais três anos de contrato, mas recusamos", completou Briatore.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Equipes Mercedes , McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias