Brown: FIA deve aumentar seu papel nas regras para 2021

McLaren pediu à FIA para intensificar seu papel para ter acordo sobre futuras regras da Fórmula 1 nos próximos meses

Com claras diferenças de opiniões entre as equipes e proprietários da F1 sobre a visão para a categoria a partir de 2021, algumas negociações estão programadas para ocorrer em no futuro próximo.

E é por isso que o diretor executivo da McLaren, Zak Brown, acredita que chegou a hora da FIA fazer mais para ajudar a agilizar as coisas e evitar a possibilidade da Ferrari ou Mercedes sair da F1.

"Acho que este ano é muito importante", disse Brown durante os testes pré-temporada em Barcelona. "Junto com a FIA, há muita conversa que Liberty precisa ter.”

"A FIA é seu parceiro no futuro da F1 e acho que precisamos rapidamente vê-los colocados na mesa [sobre os planos para o futuro].”

"Eu concordo com o presidente da Ferrari Sergio Marchionne, que é ativo neste momento: precisamos ver a visão colocada no papel para as equipes."

Embora a F1 esteja fechada com seu pacote de regras atuais até o final de 2020, Brown pensa que as discussões sobre o que acontece depois dessa data não podem continuar além deste ano.

"Nós, como a McLaren precisa ter um plano de negócios de cinco ou 10 anos", explicou. "2021 está chegando e as equipes concordam com a direção estratégica da conversa, de controlar os custos e ter um motor mais equilibrado. Também queremos continuar sendo a tecnologia de ponta no automobilismo.”

"Na primeira metade do ano, precisamos ter 2021 definido, porque as grandes equipes, como a nossa, precisaremos nos adaptar às novas regras potenciais e isso leva tempo.”

"Estamos muito interessados em ver sua visão colocada no papel e colocada à nossa frente e isso precisa acontecer muito rapidamente."

Brown disse que houve poucos progressos no avanço das regras de motor de 2021, desde uma reunião polêmica em novembro, que deixou Mercedes, Renault e Ferrari infelizes sobre o que estava sendo planejado.

"Precisamos saber o que estamos fazendo agora com os motores", acrescentou Brown. "A FIA emitiu os regulamentos, mas não acho que tenha havido encerramento sobre isso. A FIA precisa se mover para trazer clareza para que todos possam reagir de acordo."

Embora Brown recentemente tenha sugerido que a Liberty precisava se concentrar em fazer o que era certo para os fãs, ele deixou claro que está alinhado com a Mercedes e Ferrari, e está exigindo que as coisas se movam rapidamente.

"Nas minhas conversas com Sergio e Toto [Wolff, chefe da Mercedes], há muito alinhamento e acordo sobre a direção futura do esporte", disse ele.

"Pode haver algumas diferenças de opiniões, mas precisamos ver algo definitivamente colocado na mesa para nos dar algo para reagir."

Falando sobre os planos de limite de custos, ele acrescentou: "Acho que potencialmente ele precisa de um melhor alinhamento entre Liberty e FIA. Ouvi dizer que eles apoiam o limite de custos, mas não temos nada definitivo no mesa que é o que todos estamos pedindo.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias