Com o novo motor teríamos mais chance de pole, diz Bottas

compartilhar
comentários
Com o novo motor teríamos mais chance de pole, diz Bottas
9 de jun de 2018 23:27

Piloto da Mercedes conquistou a segunda posição do grid do GP do Canadá com tempo 0s093 mais lento que o pole position, Sebastian Vettel

Valtteri Bottas, Mercedes-AMG F1 in the Press Conference
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1, congratulates Sebastian Vettel, Ferrari
Valtteri Bottas, Mercedes-AMG F1 W09
Valtteri Bottas, Mercedes-AMG F1 in parc ferme
Valtteri Bottas, Mercedes-AMG F1 W09
Engineers in the pit lane with the car of Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, during practice

Segundo do grid de largada do GP do Canadá de Fórmula 1, apenas, 0s093 mais lento que o pole position, Sebastian Vettel, que encerrou um jejum de poles da Ferrari em Montreal que vinha desde 2001, acredita que teria mais chance de pole se o novo motor Mercedes tivesse sido instalado no Canadá.

“Talvez! Obviamente, com o novo motor, os números são apenas em teoria, mas teria havido ganhos e teria sido uma luta próxima pela pole. Mas nós vamos conseguir mais tarde”, disse o finlandês.

Botttas, que acumula três segundos lugares e busca sua primeira vitória na temporada, contou que tirou tudo do carro no classificatório, mas não conseguiu superar a Ferrari de Vettel.

“Agora, vendo os tempos de volta no final, a diferença, eles [Ferrari] foram um pouco mais rápidos hoje. Eu mais ou menos tirei tudo do carro. Eu sabia que, normalmente, no Q2, haveria lugares onde eu poderia melhorar.”

“Experimentamos o hipermacio pela primeira vez só hoje, e fizemos um bom progresso chegando até o Q3 com ele. Nós e a Ferrari vamos largar com o ultramacio, então vamos ver o que podemos fazer.”

Confira o guia do circuito do Canadá

 

Próxima Fórmula 1 matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Localização Circuit Gilles-Villeneuve
Pilotos Valtteri Bottas
Tipo de matéria Últimas notícias