Comissário na F1, Giaffone crê que FIA saberá usar punição a Verstappen

compartilhar
comentários
Comissário na F1, Giaffone crê que FIA saberá usar punição a Verstappen
29 de nov de 2018 18:36

Piloto, que também faz parte do corpo de comissários de prova da FIA, confia na utilidade da punição a Max Verstappen após o GP do Brasil, com o holandês tendo que pagar dois dias de serviços comunitários

Uma das grandes polêmicas da F1 em 2018 foi o entrevero entre Max Verstappen e Esteban Ocon após o término do GP do Brasil em Interlagos. Os empurrões do holandês sobre o francês ganhou vida nas telas dos fãs rapidamente, o que fez a FIA tomar a decisão de punir o piloto da Red Bull em dois dias de serviços comunitários.

Além de organizador das 500 Milhas de Kart e piloto da Copa Truck, Felipe Giaffone também divide seu tempo como comissário da FIA. Em entrevista exclusiva ao Motorsport.com Brasil, ele comentou o que pôde – já que o cargo impõe limitações – sobre o caso.

“Eu estive lá e estive também em Abu Dhabi, que foi bem mais tranquilo”, disse Giaffone.  “Sobre isso eu não posso falar porque o trabalho de comissário é sigiloso. São três comissários, mas eu não posso falar o que aconteceu dentro da sala.”

“Acho que tudo que aconteceu, aconteceu porque foi gravado, foi para a mídia. Se fosse tudo a portas fechadas, era muito mais o caso de pedir calma, ele estava muito de cabeça quente, não houve uma agressão muito forte, mas infelizmente tomou uma proporção enorme.”

Verstappen chegou a comentar que não quer ser feito de idiota com o pagamento da punição pela agressão a Ocon, mas Giaffone acredita que o que pode acontecer poderia se estender a todos os pilotos do grid.

“Isso aí (a punição) a FIA vai usar muito bem. Ele pode ser usado para uma ação de segurança no trânsito da FIA que está muito forte, uma das alternativas dele é participar do treinamento dos comissários, então tem várias possibilidades.”

“Mas não está mais na nossa mão, a FIA vai decidir. Tenho certeza de que se tivesse dois dias de cada piloto da Fórmula 1 pra fazer isso, seria ótimo, tem muito o que ajudar.

Next article
Mercedes: 2018 terminou com um "novo" Hamilton

Previous article

Mercedes: 2018 terminou com um "novo" Hamilton

Next article

FIA exalta zebra alta colocada na penúltima curva de Abu Dhabi

FIA exalta zebra alta colocada na penúltima curva de Abu Dhabi
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1