Confiança de Magnusen ajuda na consistência, diz Steiner

compartilhar
comentários
Confiança de Magnusen ajuda na consistência, diz Steiner
Edd Straw
Por: Edd Straw
23 de abr de 2018 12:33

Chefe da Haas acredita que dinamarquês tem conseguido render em seu melhor por se sentir confortável no ambiente da equipe

Guenther Steiner, Haas F1 Team Principal Kevin Magnussen, Haas F1
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 Ferrari, Fernando Alonso, McLaren MCL33 Renault, and Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09 EQ Power+, Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 and Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14 Tag Heuer, and Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 Ferrari
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 and Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18 battle
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 and Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18 battle
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18 and Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 and Fernando Alonso, McLaren MCL33 battle
Guenther Steiner, Team Principal, Haas F1

O chefe da equipe Haas, Gunther Steiner, acredita que a crescente confiança de Kevin Magnussen em sua segunda temporada com a equipe lhe permitiu melhorar sua consistência. 

Magnussen marcou pontos em duas das três provas da temporada até agora, e caminhava para terminar em quarto no GP da Austrália antes de abandonar ao deixar um pitstop com uma roda solta. 

Foi a primeira vez que Magnussen marcou pontos em corridas consecutivas desde os GPs dos Estados Unidos e do Brasil, no fim de sua primeira temporada na F1, com a McLaren, em 2014.

Steiner acredita que sua confiança permite que Magnussen se recupere rapidamente de dificuldades e volte a render em sua melhor forma.

“É cedo para dizer que é uma temporada de sucesso, e haverá fins de semana em que haverá algo e que ele não renderá como poderia”, disse Steiner ao Motorsport.com.

“Todos temos isso – qualquer piloto tem um fim de semana em que você não é tão bom como deveria ser.”

“Contanto que você consiga se recuperar, se você tem confiança suficiente em si mesmo, se você tem um fim de semana ruim, você pode simplesmente ignorar.”

“Então, no fim de semana seguinte, você volta ainda mais forte, e ele pode dar esse passo neste ano.”

“Acho que ele pode alcançar isso, porque já conquistou muita confiança no momento – e ele está se enchendo disso.”

Steiner acredita que a curva ascendente de confiança de Magnussen começou em 2017, depois de deixar a Renault para se juntar à Haas.

Ele indica que a competitividade do carro da Haas em 2018 ajudou Magnussen a atingir sua melhor forma.

“Acho que a tendência começou no ano passado. É uma confiança pessoal que ele coloca na equipe e em si mesmo”, disse o dirigente. 

 “Todos sabemos que ele tem talento. É apenas questão de [saber] como extraí-lo. Com os altos e baixos de sua carreira, às vezes ele perde um pouco de confiança, e ela começou a voltar no ano passado.”

“Neste ano, começando com um carro competitivo, isso lhe deu aquele clique em que ele está muito mais confiante do que esteve antes.”

Magnussen disse que está confortável no ambiente da Haas, o que o ajuda a render. “Sempre houve uma sensação boa com esta equipe”, disse Magnussen ao Motorsport.com.

“A Haas realmente apoia seus pilotos – tanto Gene [Haas, dono da equipe] como Gunther estão sempre dando suporte aos pilotos. É uma equipe que ama ir correr, então eles apreciam quando você se esforça.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Hamilton: título teria significado especial em 2018 “duro”

Previous article

Hamilton: título teria significado especial em 2018 “duro”

Next article

Renault sente que foi “menos inteligente” que times de ponta

Renault sente que foi “menos inteligente” que times de ponta
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Kevin Magnussen
Equipes Haas F1 Team
Autor Edd Straw
Tipo de matéria Últimas notícias