Contente com novo carro, Hülkenberg diz: “estamos no caminho certo”

compartilhar
comentários
Contente com novo carro, Hülkenberg diz: “estamos no caminho certo”
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
Traduzido por: Gabriel Carvalho
17 de jul de 2015 16:20

Piloto da Force India diz que nova versão do carro trouxe avanços significativos e que equipe pode avançar ainda mais

Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 no show pós-corrida
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08

A Force India estreou a versão atualizada do carro no GP da Grã-Bretanha e o trabalho rendeu dividendos imediatos, com os dois pilotos finalizando a prova na zona de pontuação. Nico Hülkenberg terminou em sétimo – depois de ter chegado a andar em quinto – e Sergio Pérez em nono. Hülkenberg se mostrou muito contente com o rendimento do novo carro e disse que a equipe deve trabalhar para aumentar ainda mais a performance.

“Depois das primeiras duas voltas eu já estava muito contente. Era exatamente disso que precisávamos. Estamos no caminho certo, espero que consigamos explorar isso e aumentar ainda mais nosso rendimento. Coletamos muitos dados dos dois carros, o que permitirá aos engenheiros fazer uma análise profunda e buscar melhorias. Não podemos parar, na F1 isso significa ficar para trás. Precisamos seguir avançando”, ponderou.

O germânico relembrou a largada em Silverstone, quando pulou do nono para o quinto posto, elogiando o próprio rendimento e o do carro, que o permitiu segurar os dois carros da Ferrari no primeiro trecho da prova. “Minha largada foi ótima, talvez a melhor desde que cheguei à F1. Quando vi, estava na frente das Ferraris. Eles ainda são mais velozes do que nós, então conseguiram nos superar. Fiquei positivamente surpreso por termos conseguido mantê-los atrás por tanto tempo”, afirmou.

Ainda que tenha reconhecido a superioridade dos carros de Maranello, o piloto da Force India lamentou o fato de a chuva que caiu sobre a pista britânica não ter sido um elemento favorável a ele.

“Eles são capazes de parar antes e fazer o pneu durar mais tempo, enquanto para nós isso é uma questão de ‘perde e ganha’ e de encontrar um meio termo. Creio que fizemos a escolha correta, se tivéssemos parado muito cedo seria arriscado demais. Agora que vimos que choveu, (parar cedo) teria funcionado perfeitamente, mas as corridas são assim mesmo”, resignou-se, entrando em detalhes sobre como a chuva acabou impedindo que ele lutasse por melhores posições no trecho final da corrida.

“Eu gosto muito de andar em pista molhada. O risco sempre é maior, evidentemente. Mas em Silverstone eu simplesmente não tive sorte, pois tinha acabado de passar da entrada dos pits quando começou a chover. Tive que fazer uma volta inteira na chuva e com os slicks, o que não é divertido. Um bom seguro de vida é necessário neste caso. Eu consegui chegar aos boxes, mas quase atropelei minha equipe, pois não havia aderência alguma. Depois, o que restou foi terminar a prova com os intermediários, encerrou.

Próxima Fórmula 1 matéria
Promotores garantem que GP da Rússia não está ameaçado

Previous article

Promotores garantem que GP da Rússia não está ameaçado

Next article

Chefe culpa imprensa por pilotos atuais agirem feito “robôs”

Chefe culpa imprensa por pilotos atuais agirem feito “robôs”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Nico Hulkenberg Shop Now
Equipes Force India
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias