Ericsson vence, Melker bate forte e Valsecchi empata com Razia

Nasr chega em oitavo e garante direito de largar na pole position neste domingo em Spa-Francorchamps

Calado, Ericsson e Valsecchi

Em uma corrida marcada por uma interrupção de quase uma hora, a GP2 viu Marcus Ericsson vencer e a disputa pelo campeonato entre Luiz Razia e Davide Valsecchi pegar fogo no circuito de Spa-Francorchamps.

A primeira prova do fim de semana acabou dividida em duas partes: antes e depois do acidente de Nigel Melker. O piloto da equipe Ocean perdeu o controle de seu carro no topo da subida da Eau Rouge e acertou os pneus em um ângulo perigoso, na diagonal.
 
A prova precisou ser interrompida para o atendimento médico e a reparação da barreira de pneus, que ficou bastante danificada. Melker foi levado de helicóptero para o hospital, mas passa bem.
 
Enquanto isso, os pilotos ficaram esperando no grid e foram surpreendidos por uma "pegadinha" da direção de prova. Bem na hora em que os carros foram liberados novamente, os comissários foram informados da ausência do helicóptero e o safety car sequer saiu do lugar. Nova espera.
 
Antes disso, a prova teve apenas duas voltas, mas suficientes para Ericsson. O sueco da iSport largou em quarto e passou a dupla da Lotus GP (James Calado e Esteban Gutierrez) logo na primeira curva, tomando a ponta do pole Rio Haryanto segundos antes do acidente de Melker.
 
Em seguida, o safety car ficou por quatro voltas na pista, o que provocou uma movimentação intensa nos boxes, com a maior parte do grid realizando a parada obrigatória. Por pouco não aconteceram acidentes, com Valsecchi sendo investigado por uma saída perigosa.
 
Ao contrário da maioria, Giedo Van der Garde, Stephane Richelmi, Stefano Coletti e Simon Trummer seguiram na pista e torciam para poder trocar os pneus quando a prova fosse interrompida, como já aconteceu na F-1. Mas a negativa dos comissários os colocaram em uma situação ruim para o restante da prova.
 
Na relargada, Garde manteve a liderança, enquanto Ericsson abria em relação a Calado e Valsecchi, só esperando os pilotos à frente realizarem o pit stop para garantir a segunda vitória da carreira. Garde ainda conseguiu garantir o quinto lugar ao fazer uma serie de ultrapassagens por conta dos novos pneus traseiros.
 
Na briga pelo campeonato, Razia e a equipe Arden salvaram um resultado improvável. Largando da 18ª posição, o brasileiro subiu para 15º e se valeu de um ótimo pit stop para se colocar entre os nove primeiros entre os que já pararam.
 
O baiano se valeu de confusões à frente para efetuar boas ultrapassagens e subir para quinto quando todos realizaram suas paradas, cedendo uma posição para Van der Garde no fim. Com o resultado, ele larga em terceiro na corrida do domingo, com Valsecchi em sexto. Na tabela de pontos, os dois estão iguais: ambos com 206.
 
Outro que fez bonito foi Felipe Nasr. Largou em nono, mas caiu muitas posições após o pit stop, pois teve de esperar o companheiro Valsecchi parar primeiro, e fez uma belíssima corrida de recuperação, conquistando a oitava posição e o direito de largar na pole position neste domingo com uma grande manobra na última curva.
 
Além da disputa pela liderança, outra batalha interessante é pelo terceiro lugar, com James Calado, segundo colocado, e Esteban Gutierrez, 11º após muitos erros, empatados em 150 pontos. A bateria complementar, de 18 voltas, está marcada para as 5h35 (de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTV.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias