ESPN se desculpa com fãs da F1 após transmissão problemática

compartilhar
comentários
ESPN se desculpa com fãs da F1 após transmissão problemática
Charles Bradley
Por: Charles Bradley
26 de mar de 2018 13:10

Após perder pré-corrida, canal alocou mal intervalos comerciais durante a prova e cortou transmissão abruptamente depois do pódio

Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Race winner Sebastian Vettel, Ferrari and Kimi Raikkonen, Ferrari celebrate on the podium
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1, Sebastian Vettel, Ferrari and Kimi Raikkonen, Ferrari in the Press
Race winner Sebastian Vettel, Ferrari SF71H celebrates
Race winner Sebastian Vettel, Ferrari celebrates on the podium
Inaki Rueda, Ferrari Race Strategist, Sebastian Vettel, Ferrari and Kimi Raikkonen, Ferrari celebrat
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 celebrates on the podium

A emissora de TV americana ESPN pediu desculpas aos fãs da Fórmula 1 dos EUA pela primeira transmissão de seu novo contrato com a categoria, que se inicia em 2018, não ter ido “tão bem quanto gostaria".

O canal perdeu 20 minutos do pré-corrida que havia prometido anteriormente. A ESPN citou "problemas técnicos" por, em vez de mostrar o pré-corrida, mostrar uma imagem ao vivo estática da curva 9 por cinco minutos e, depois de dois intervalos comerciais, ter cortado para um episódio da série E: 60.

Isso foi corrigido logo antes da corrida começar, mas as imagens do feed da TV inglesa Sky Sports F1 também foram prejudicadas por intervalos comerciais mal programados. O primeiro deles ocorreu já na sexta volta.

Outro comercial coincidiu com o abandono da Haas de Romain Grosjean. Após ter retornado no momento em que Vettel passava por Hamilton nos boxes, a TV perdeu a relargada após o Safety Car.

A transmissão terminou abruptamente após as entrevistas no pódio, logo depois de a Sky ter retornado a seu apresentador Simon Lazenby. Ele estava no meio de uma frase quando o canal cortou a transmissão e passou a mostrar um documentário sobre basquete.

A reação através das mídias sociais foi altamente crítica, e a ESPN foi obrigada a se retratar.

“Pedimos desculpas aos torcedores da Fórmula 1 pelos problemas técnicos que fizeram com que perdessem os primeiros 20 minutos do pré-corrida do GP da Austrália”, disse a ESPN em um comunicado.

“Lamentamos que nossa primeira transmissão da F1 não tenha sido tão tranquila quanto gostaríamos, mas estamos tomando providências para evitar que esses mesmos problemas ocorram no futuro. Agradecemos aos fãs por assistir e por sua incrível paixão pela Fórmula 1.” 

 
Próxima Fórmula 1 matéria
Vitória na Austrália marca 100º pódio de Vettel na F1

Previous article

Vitória na Austrália marca 100º pódio de Vettel na F1

Next article

Horner: melhor volta é única forma de avaliar GP da Red Bull

Horner: melhor volta é única forma de avaliar GP da Red Bull

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Charles Bradley
Tipo de matéria Últimas notícias