Ex-companheiro prevê faíscas na Ferrari: "Os dois querem ser o nº 1"

compartilhar
comentários
Ex-companheiro prevê faíscas na Ferrari:
Por: Julianne Cerasoli
1 de fev de 2014 17:42

Com exclusividade ao TotalRace, Romain Grosjean fala do que aprendeu ao dividir equipe com Raikkonen e Alonso

Um dos duelos mais esperados da temporada 2014 da Fórmula 1 será dentro da Ferrari, com Fernando Alonso e Kimi Raikkonen juntos no time italiano. E ninguém melhor do que Romain Grosjean, um dos dois pilotos do grid, ao lado de Felipe Massa, que foi companheiro de ambos, para fazer suas apostas.

Com exclusividade ao TotalRace, o piloto da Lotus, que correu com Alonso em 2009 e com Raikkonen nas duas últimas temporadas, apostou que será um ano de muita disputa em Maranello.

“Boa sorte para eles!”, disse o francês com um sorriso no rosto. “São duas pessoas de personalidades muito fortes. Será interessante. Kimi é muito parecido com Fernando em vários aspectos. Ambos gostam de ser o número um, então veremos o que acontece.”

A carreira da Grosjean, que parte para sua terceira temporada completa na Fórmula 1, tem uma curiosidade: o francês só não teve um campeão do mundo como companheiro em duas provas até aqui, nos GPs dos Estados Unidos e do Brasil, quando correu ao lado de Heikki Kovalainen.

“Se há alguma coisa que pude aprender com Kimi e Fernando é que eles nunca desistem. Quando eles entram no carro, eles tiram 100% dele, mesmo que seja um carro bom, ruim, se estiver seco, molhado. Eles sempre tiram o melhor do equipamento”, revelou.

“Aprendi muito também com a telemetria, porque você sempre tem onde melhorar. Mesmo quando Heikki correu comigo [substituindo Kimi Raikkonen nas duas últimas provas ano passado] eu pude ver que ele era mais rápido que eu em algumas curvas e ajustar minha pilotagem.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Dono da Red Bull culpa Renault por fraco desempenho em Jerez

Previous article

Dono da Red Bull culpa Renault por fraco desempenho em Jerez

Next article

Newey reconhece que escapamento antigo faz falta à Red Bull

Newey reconhece que escapamento antigo faz falta à Red Bull