F1 é forçada a adiar novo formato do treino até quarta etapa

compartilhar
comentários
F1 é forçada a adiar novo formato do treino até quarta etapa
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
27 de fev de 2016 11:14

Sem tempo para preparar o software de cronometragem, Bernie Ecclestone diz que nova classificação só entra em vigor no GP da Espanha

Bernie Ecclestone, on the grid
Alfonso Celis Jr., Sahara Force India F1 VJM09
Kimi Raikkonen, Ferrari SF16-H
Rio Haryanto, Manor Racing MRT05
Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16
Daniil Kvyat, Red Bull Racing RB12

Depois de toda a discussão criada por conta do novo formato de classificação na última semana para 2016, consistindo na eliminação constante de pilotos durante as três fases do treino, o chefe dos direito comerciais da F1, Bernie Ecclestone, confirmou que o novo formato não será usado nas primeiras três provas.

O sistema de cronometragem, que é de responsabilidade da FOM e não da FIA, não poderá ficar pronto para os GPs da Austrália, Bahrein e China. Este atraso faz acreditar que o novo sistema tenha sido discutido a portas fechadas por alguns meses. A demora reflete a falta de reflexão conjunta no esporte, algo que pode deixar a FIA frustrada pelo anúncio do formato já ter sido feito.

Como relatado nesta semana, o paddock da Fórmula 1 já temia que o atraso pudesse ocorrer.

Ecclestone confirmou que o trabalho no sistema de cronometragem, que agora tem de lidar com o processo de eliminação, não poderá ser concluído para o início da temporada.

"A nova classificação não vai acontecer porque não podemos fazer tudo em pouco tempo," disse ele ao The Independent.

"Ele iria entrar no início deste ano, mas não vamos conseguir finalizar o software em tempo hábil.”

“As mudanças na classificação serão feitas provavelmente na Espanha. Na Austrália teremos a velha classificação. Todo o software tem de ser feito, por isso não será fácil."

Ele acrescentou: "não é o que eu queria no final das contas. Tudo o que estou tentando fazer é embaralhar o grid, de modo que o mais rápido na classificação não largue na pole e desapareça liderando a corrida."

Ecclestone também confirmou que quer ver as penalidades de tempo sendo adotadas de modo a misturar ainda mais o grid.

Próxima Fórmula 1 matéria
Hamilton ratifica: não tivemos nenhum problema nos testes

Previous article

Hamilton ratifica: não tivemos nenhum problema nos testes

Next article

Williams estuda mudar bico antes do GP da Austrália

Williams estuda mudar bico antes do GP da Austrália
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias