F1 ficará 1s5 mais lenta com pacote aerodinâmico de 2019

compartilhar
comentários
F1 ficará 1s5 mais lenta com pacote aerodinâmico de 2019
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
11 de mai de 2018 16:24

Chefe técnico da categoria diz que novo regulamento deverá fazer carros perderem efetividade

A FIA disse que o pacote aerodinâmico de 2019, projetado para melhorar as ultrapassagens na Fórmula 1, também aumentará em torno de 1s5 os tempos de volta.

O pacote inclui uma asa dianteira simplificada e novos dutos de freio dianteiros, bem como um flap de asa traseira maior para um efeito de DRS mais poderoso. Tudo isso contribuirá para tornar os carros menos eficientes do que são agora.

"Esperamos que essa mudança de regra tire aproximadamente um terço do desempenho entre o que aconteceu entre 2016 e 2017", disse o chefe técnico da FIA, Nikolas Tombazis.

"Então, esperamos perder 1s5, talvez. É um pouco difícil prever exatamente a quantidade de desenvolvimento que as equipes vão conseguir. Mas certamente esperamos perder desempenho nesta ordem de grandeza."

Tombazis está confiante de que as mudanças farão a diferença nas ultrapassagens.

"Acho que a probabilidade de melhorarmos é muito boa. A probabilidade de melhorarmos, mas talvez não muito, também está aí. Eu acho que a probabilidade de que isso piore as coisas é quase zero, se não for zero, na minha opinião.”

"Esperamos fazer uma melhoria nas disputas, e que os carros possam se acompanhar mais de perto. A mudança de asas para o próximo ano não é apenas no endplate."

"Em nossos estudos, a turbulência da roda é algo que afeta o carro atrás, e tirarmos isso é o que pode melhorar muito. Mas não estou esperando que os carros batam uns nos outros como carros de turismo."

Ele acrescentou que se a FIA não tivesse agido, seria ainda mais difícil para os pilotos seguirem outro carro nos últimos dois anos da fórmula atual, já que as equipes continuariam a desenvolver seus pacotes aerodinâmicos.

"Eu também gostaria de acrescentar que a forma como o desenvolvimento está indo agora, uma das principais tarefas de um aerodinâmico em uma equipe de F1 é mover a roda para o lado de fora para o benefício de seu próprio carro.”

"Quanto mais para fora estiver, menos afeta o difusor e a asa traseira, e eles ganham desempenho. Esse é o objetivo principal. Esse objetivo-chave também é ruim para o carro atrás. Minha expectativa é que, se não fizéssemos uma mudança de regra, os próximos dois anos, 2019 e 2020, as coisas piorariam gradativamente.

"Parte da mudança de regras é também para parar essa tendência de fazer uma mudança radical. Acreditamos que essas características de desempenho seriam piores em 2019 e 2020 se não fizéssemos nada."

A FIA vai reunir os chefes técnicos das equipes em Barcelona no domingo para discutir os detalhes do novo pacote, e ouvir o feedback sobre potenciais brechas que podem ter sido descobertas desde que as regras foram votadas em 30 de abril. 

Próxima Fórmula 1 matéria
GALERIA: As novidades técnicas da F1 no GP da Espanha

Previous article

GALERIA: As novidades técnicas da F1 no GP da Espanha

Next article

Kubica: Carro da Williams não é divertido de guiar

Kubica: Carro da Williams não é divertido de guiar
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias