FIA: relação entre Haas e Ferrari é “completamente legal”

Charlie Whiting, diretor de provas da F1, diz que “sabe exatamente” os detalhes da parceria, o que, segundo ele, não possui nenhuma irregularidade

Diretor de provas da F1, Charlie Whiting garantiu que não há nenhuma irregularidade técnica na parceria entre Ferrari e Haas, o que já provocou queixas de outras equipes.

A escuderia americana foi uma das surpresas da abertura da temporada de 2018, sendo que Romain Grosjean e Kevin Magnussen andaram entre os cinco melhores na corrida da Austrália antes de abandonarem com problemas no pitstop. 

O bom desempenho da Haas gerou reclamações da concorrência – Fernando Alonso, por exemplo, afirmou que o VF-18 era uma “réplica da Ferrari de 2017”.

Contudo, Whiting assegurou que não há motivos para considerar que a relação entre Haas e Ferrari extrapole as regras. Questionado se tinha alguma preocupação sobre o assunto, respondeu: “Não. Sabemos exatamente o que acontece entre Haas e Ferrari, o que é completamente legal.”

“No ano passado tivemos uma equipe se mostrando preocupada, mas nós não vimos nada que nos cause preocupação”, completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias