FOTO: Gasly deixa flor em homenagem a Bianchi em Suzuka

Fazendo segunda prova na Fórmula 1, piloto da Toro Rosso lembra compatriota exatamente três anos após acidente

Há exatos três anos a Fórmula 1 vivia um de seus piores momentos. Na volta 40 do chuvoso GP do Japão, Adrian Sutil bateu seu carro na curva Dunlop. A direção de provas decidiu apenas colocar bandeiras amarelas duplas no local, não trazendo o Safety Car à pista.

Com um tufão marcado para o fim da corrida, sabia-se que as condições meteorológicas se complicariam nos últimos momentos da prova. E, pelas condições difíceis, o francês Jules Bianchi acabou perdendo o controle de sua Marussia uma volta depois no mesmo local e enquanto a Sauber de Sutil era retirada por um trator.

O francês acertou o trator em cheio a 123 km/h, o que gerou um impacto 254 vezes maior do que a força da gravidade.

O acidente deixou o francês com fortes sequelas cerebrais e inconsciente por nove meses, até sua morte no dia 17 de julho de 2015.

Hoje, exatamente três anos após seu acidente, o piloto da Toro Rosso, Pierre Gasly, que fará sua segunda prova na Fórmula 1 neste final de semana, levou uma rosa ao muro da curva Dunlop e a deixou lá em memória do compatriota, que morreu aos 25 anos.

“Suzuka é um circuito realmente impressionante, com algumas curvas incríveis de alta velocidade e um primeiro setor fantástico. É uma das minhas pistas favoritas, mesmo que também tenha um lugar triste no meu coração por causa do que aconteceu com Jules (Bianchi) em 2014”, disse Gasly.

 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pista Suzuka
Pilotos Jules Bianchi , Pierre Gasly
Tipo de artigo Últimas notícias