GP de Mônaco entra em sua 70ª edição; confira números e curiosidades

compartilhar
comentários
GP de Mônaco entra em sua 70ª edição; confira números e curiosidades
Por: Gabriel Lima
25 de mai de 2012 00:09

Com muita história desde 1929, corrida monegasca é uma das mais tradicionais do circuito anual da Fórmula 1

Rosberg faz a curva Loews em 1982

Dividindo a condição de templo da F-1 com Monza, Sliverstone e Spa-Francorchamps, o Grande Prêmio nas ruas Monte Carlo entrará em sua 70ª edição em 2012. Realizada desde 1929, antes mesmo da existência da F-1, a corrida entrará em seu 59º ano de disputa pela categoria máxima do automobilismo mundial. É sempre bom lembrar que durante quatro temporadas ela não foi disputada, entre os anos de 1951-54.

No domingo serão realizadas as tradicionais 78 voltas no principado monegasco. Ao final delas, percorrendo o traçado de 3.340km, os pilotos terão completado uma distância de 260.520km. A volta mais rápida do circuito pertence a Michael Schumacher, em 2004 de Ferrari, 1:14.439.
 
Os maiores vencedores do GP de Mônaco são Ayrton Senna (seis vezes), Graham Hill e Michael Schumacher (cinco vezes).
 
Em 1955, Alberto Ascari competia no segundo GP da F1 no principado quando, na volta 80, perdeu o controle de seu Lancia e o fez cair do mar. O piloto não morreu, porém, curiosamente, esta foi sua última corrida na F-1. Quatro dias depois, testando uma Ferrari 750 Monza no próprio circuito italiano, Ascari sofreu um acidente na curva que hoje leva seu nome, e acabou morrendo. Outro piloto que caiu no cais de Mônaco mas sobreviveu foi o australiano Paul Hawkins na corrida de 1965. Contudo, assim como Ascari, Paul morreu em um acidente automobilístico em 1969.
 
Na corrida de 1970, após várias voltas de disputa, Jack Brabham e Jochen Rindt chegaram à última volta colados. O austríaco vinha reduzindo a diferença para o australiano desde a volta 62, quando uma falha na suspensão tirou Chris Amon (2º) da corrida. A vitória parecia certa para Brabham, quando na última curva o inesperado aconteceu. Para desviar de um carro lento no traçado, Jack colocou seu Brabham na sujeira, o que fez com que escorregasse e fosse parar nas barreiras de feno. Brabham ainda conseguiu ser o segundo, 23.1s atrás de Jochen, que naquele dia arrancava para seu primeiro e único título na F-1 com a primeira vitória na temporada.
 
A prova de 1982 protagonizou um dos fins de corrida mais confusos da história da F-1. Na frente, desde a rodada do companheiro Arnoux na volta 14, Prost liderava com tranquilidade o GP. Tudo parecia sob controle, até que a três voltas do fim, uma chuva fraca pegou o francês de surpresa na saída da chicane do porto. Seu Renault foi parar no guard-rail. Aquele era o fim da corrida para ele. Com isso, a ponta ia para Patrese, que uma volta depois rodou sua Brabham após a curva Mirabeau, deixando a ponta para Pironi. O francês da Ferrari liderou durante uma volta, até que seu combustível terminou dentro do túnel. O segundo era De Cesaris, cujo combustível também havia acabado na subida antes da curva do hotel. Com isso, depois de tudo, a prova, surpreendentemente, caiu de novo no colo de Patrese, que venceu pela primeira vez na F-1. 
 
Dez anos depois, o GP viveu uma de suas provas mais marcantes. Com Senna segurando Mansell - que teve que trocar pneus após um contato com o guard-rail - heroicamente durante as últimas voltas da corrida. Confira:

 
Em 1996, a corrida teve o maior índice de abandonos da história. A pole era de Schumacher, que bateu na primeira volta após uma largada ruim. Hill assumiu a ponta com autoridade e caminhava para aquela que seria sua primeira vitória numa pista em que seu pai “reinou”. No entanto, o motor Renault da Williams estourou depois de 40 voltas. A liderança sobrou para Alesi, que teve problemas mecânicos mais tarde na prova. Isso fez com que um inspirado Olivier Panis chegasse à primeira posição e faturasse seu primeiro e único GP na carreira, seguido de Coulthard, Herbert e Frentzen - os quatro que completaram aquela corrida. Prova que marcou a primeira vitória da Ligier desde o Canadá em 1981 e a última do time francês em sua história.
 
Em 1997, Schumacher ganhou pela terceira vez no principado após as Williams de Frentzen e Villeneuve terem largado de pneus slicks em pista molhada. Ambos os carros abandonaram o GP por batidas mais para frente. A prova marcou também o primeiro pódio da Stewart na F-1 com Rubens Barrichello.
 
O grid deste ano conta com sete vencedores da prova no principado monegasco. Será que algum deles consegue um novo triunfo, ou alguém novo se junta a esta lista? Faça sua aposta!
Próxima Fórmula 1 matéria
Mais veloz do dia, Button exalta melhora de primeiro para segundo treino

Previous article

Mais veloz do dia, Button exalta melhora de primeiro para segundo treino

Next article

Hulkenberg preocupado com classificação: "Às vezes é uma loteria"

Hulkenberg preocupado com classificação: "Às vezes é uma loteria"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Autor Gabriel Lima
Tipo de matéria Últimas notícias