Haas acerta com Ferrucci como piloto de desenvolvimento

Piloto é o primeiro norte-americano que assina com equipe que fará sua estreia na F1 em 2016

Santino Ferrucci, de 17 anos, é o primeiro piloto norte-americano a ter vínculo com a Haas F1. Ele será piloto de desenvolvimento da equipe, utilizando o simulador da nova escuderia assim que sua agenda permita, já que também estará competindo na GP3.

O jovem compete na Europa desde 2014, terminando em 11° lugar na F3 europeia ano passado. Ao final da temporada de 2015, ele assinou com a DAMS para participar da GP3.

"Meu objetivo desde que comecei sempre foi se tornar um piloto de F1 e ser um americano que faz parte de uma equipe americana é algo que me deixa com muito orgulho", disse Ferrucci.

"Ainda há muito trabalho a fazer, mas estar na Haas F1 vai me permitir aprender mais e em um ritmo mais rápido."

"Conseguirei fazer a GP3 e, ao mesmo tempo, me preparar para a F1."

Os outros pilotos do time de Gene Haas são o francês Romain Grosjean e o mexicano Esteban Gutierrez. Outro piloto que estará com Ferrucci tanto na GP3 como no desenvolvimento da Haas será Charles Leclerc, de Mônaco.

"Na F1 o desenvolvimento de seu pessoal é tão importante quanto o de seu carro", disse Gunther Steiner, diretor da Haas. "Você não pode ter um sem o outro."

"Ferrucci tem feito um trabalho muito bom e sua maturidade fora do carro é impressionante."

"Vemos Santino como um jovem piloto americano com um grande potencial. Sua oportunidade na DAMS é uma excelente maneira para ele promover seu desenvolvimento enquanto se posiciona na Haas para um futuro de sucesso."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1 , GP3
Pilotos Santino Ferrucci
Equipes Haas F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias