Haas e Sauber testam novo motor Ferrrari na Hungria

compartilhar
comentários
Haas e Sauber testam novo motor Ferrrari na Hungria
Por: Basile Davoine
Traduzido por: Daniel Betting
27 de jul de 2018 18:41

Equipes Haas e Sauber foram para a pista com a última especificação do motor Ferrari no treino livre desta sexta-feira do GP da Hungria

Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18
Antonio Giovinazzi, Sauber C37
Frederic Vasseur, Team Principal, Sauber
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Kevin Magnussen, Haas F1 Team
Marcus Ericsson, Sauber C37
Charles Leclerc, Sauber
Antonio Giovinazzi, Sauber C37

Kevin Magnussen, piloto da Haas, e os homens Sauber Charles Leclerc e Marcus Ericsson, testaram um novo motor de combustão interna, turbocompressor e MGU-H em Hungaroring.

Romain Grosjean, companheiro de Magnussen, tem um novo V6, mas não alterou o turbo ou o MGU-H, pois isso teria resultado em penalização no grid neste fim de semana e a Haas quer evitar isso já que estão em uma pista onde é difícil ultrapassar.

O chefe da Sauber, Frederic Vasseur, não quis ser muito específico sobre os novos elementos, dizendo apenas que "a unidade de potência foi melhorada".

Entende-se que o V6 é de uma nova especificação, enquanto o turbo também teria sido melhorado.

A Ferrari não planeja usar o novo motor em sua própria equipe até o GP da Bélgica, após as férias de verão europeu.

Leia também:

Sua decisão de dar às equipes clientes uma primeira utilização da nova especificação segue um caminho anteriormente percorrido na temporada, quando introduziu sua primeira melhoria do ano através da Haas e da Sauber em Mônaco antes de dar a Sebasitan Vettel os novos componentes, uma corrida depois no Canadá.

O fato de testar antes com suas equipes clientes dá à Ferrari a oportunidade de avaliar o desempenho do novo motor na pista antes de fazer sua última troca de elementos livre de penalidades em Spa, que é uma pista onde o motor tem maior interferência.

Vasseur descartou que os clientes da Ferrari estivessem sendo usados como cobaias.

"Se você introduzir a segunda especificação uma corrida antes, então você tem que entrar na terceira especificação uma corrida antes", disse. "Estou muito feliz em poder tê-la o mais rápido possível".

O desempenho do motor da fabricante italiana nesta temporada levou sua equipe oficial a ter o pacote mais rápido do grid, enquanto a Haas e a Sauber estão regularmente entre os dez primeiros lugares.

"Budapeste não é realmente uma pista de motor. É importante para nós sermos confiáveis neste fim de semana para ter uma boa preparação para Spa e Monza", disse Vasseur.

"Sem dúvida, você não pode ter uma Sauber no Q3 se o motor não funcionar corretamente e estamos lutando com a Renault agora em cada classificação", concluiu.

Próxima Fórmula 1 matéria
Hamilton: "Pressão deste ano é maior do que nunca"

Previous article

Hamilton: "Pressão deste ano é maior do que nunca"

Next article

Raikkonen: "Ainda temos muito a fazer, foi uma sexta normal"

Raikkonen: "Ainda temos muito a fazer, foi uma sexta normal"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Localização Hungaroring
Equipes Ferrari Shop Now , Sauber , Haas F1 Team
Autor Basile Davoine
Tipo de matéria Últimas notícias