Haas: pódio é possível em 2018 “se as estrelas se alinharem”

Gunther Steiner vê resultado de Sergio Pérez no GP do Azerbaijão como motivação para bons resultados da Haas nesta temporada

Mesmo com um começo de temporada forte em 2018, a Haas admite que somente poderá sonhar com um pódio na atual temporada “se todas as estrelas se alinharem”. 

O time americano foi um dos grandes destaques da prova de abertura da temporada, em Melbourne, em que Kevin Magnussen e Romain Grosjean andaram entre os cinco melhores antes de um abandono duplo após problemas nos pitstops.

Contudo, o chefe do time, Gunther Steiner, admitiu que um pódio somente viria em ocasiões atípicas. “Se todas as estrelas se alinharem, aí seria possível, como foi possível para Sergio Pérez no Azerbaijão – tudo se alinhou para ele e ele aproveitou a oportunidade”, disse o dirigente, segundo o site Crash.net

“Coisas assim precisam aparecer para que nós possamos alcançar isso. Correr para chegar ao pódio será difícil sem outras circunstâncias, como alguns dos pilotos das três maiores equipes ficando de fora.”

“Precisamos executar. O carro é capaz de pontuar em qualquer pista. Precisamos executar e também de um pouco de sorte. Apesar de eu não acreditar em azar, eu não diria que tivemos sorte neste ano”, completou.

Relembre a carreira de Gilles Villeneuve:

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias