Hamilton e chefe discordam sobre causa de problema no Q1

compartilhar
comentários
Hamilton e chefe discordam sobre causa de problema no Q1
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
21 de jul de 2018 15:21

Britânico diz que saída de pista não teve nada a ver com problema que o tirou da classificação em Hockenheim; Wolff acha que foi a causa

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 walks in after stopping on track
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 walks in after stopping on track
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09
The car of Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, in the garage

Lewis Hamilton acredita que seu sistema hidráulico falhou antes de ele sair da pista na curva 1 durante a classificação para o GP da Alemanha.

Apesar de um salto na zebra parecer ter causado os problemas hidráulicos que o impediram de continuar no treino, o campeão mundial disse que seu volante já havia perdido força na entrada na curva.

Perguntado pela TV Sky Sports se o salto na zebra causou o problema, Hamilton disse: "não, nós usamos a zebra da mesma em todas as voltas. Chegamos à zebra e logo antes de frear a direção teve problemas, então esse foi o problema."

Apesar de ter vindo do fim do grid para terminar em segundo em Silverstone há duas semanas, o britânico não está convencido de que consiga repetir a atuação desta vez.

"Em uma pista como essa, não acho que seja possível, não", disse ele. "Este é um dos piores circuitos para ultrapassar. Vou fazer o que puder."

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, suspeita que o sistema hidráulico de Hamilton tenha falhado depois que ele bateu na zebra, mas ele aguarda uma investigação completa da equipe no retorno do carro aos boxes.

"A problema é que parece que danificamos um pouco o carro, que saltou sobre a zebra e isso causou um vazamento hidráulico. Mas o carro está voltando, então precisamos checar se esse foi realmente o caso", disse Wolff à Sky.

"Obviamente, não estávamos suficientemente bem no ritmo para pegar a pole."

Embora o companheiro de equipe de Hamilton, Valtteri Bottas, tenha conseguido garantir um lugar na primeira fila do grid, Wolff disse que a Mercedes está pior que a Ferrari tanto em termos de carro quanto em termos de motor.

"Foi uma grande volta, particularmente o último setor", disse ele. "Ele colocou tudo junto, mas não foi bom o suficiente. Precisamos colocar o carro e o motor em um nível mais alto.”

"No momento, estamos perdendo nas retas, mas não quero soar como mal perdedor. Só precisamos melhorar."

**Atualização

Embora o chefe da Mercedes, Toto Wolff, inicialmente acreditasse que o sistema hidráulico de Hamilton havia quebrado depois que ele bateu na zebra, uma investigação subsequente confirmou que o problema foi como Hamilton descreveu.

Um porta-voz da Mercedes disse: "tivemos a falha na Curva 1, quando Lewis fez a linha normal que todos os pilotos usam na qualificação".

"Então, com a falta de direção hidráulica como resultado da falha hidráulica, ele teve o salto, que foi visto na TV e que as pessoas compreensivelmente achavam que poderiam ter sido a causa do problema. Mas era, na verdade, uma consequência disso. "

Próxima Fórmula 1 matéria
Linguagem corporal incomum de Hamilton preocupa Rosberg

Previous article

Linguagem corporal incomum de Hamilton preocupa Rosberg

Next article

Alonso: "Espero aproveitar a pole do grupo do meio"

Alonso: "Espero aproveitar a pole do grupo do meio"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Alemanha
Localização Hockenheimring
Pilotos Lewis Hamilton Shop Now
Equipes Mercedes Shop Now
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias