Kvyat comemora desempenho da Toro Rosso; veja as declarações de quem não pontuou em SP

Piloto russo saiu da 17ª posição para 11º; Sutil deixa São Paulo frustrado por desempenho da Sauber

Kvyat saiu até satisfeito com o desempenho em São Paulo
11. Daniil Kvyat (Toro Rosso): “Foi uma corrida dura. Terminar em 11º depois de largar em 17º era o melhor resultado que poderíamos ter. Fiz o meu melhor, mas os carros com motor Mercedes estavam mais rápidos nas retas, então não podemos fazer mais”
 
12. Pastor Maldonado (Lotus): "Foi uma corrida dura. Tivemos de mudar a estratégia de duas para três paradas devido ao desgaste dos pneus, o que comprometeu nossa prova. Tentei o meu melhor, mas não foi possível passar Bottas"
 
13. Jean-Eric Vergne (Toro Rosso): “Foi doloroso hoje. Passei a maior parte da prova no tráfego, atrás do Sergio Perez, e estava mais lento do que ele. Perdi muito tempo com isso, e aí minha corrida praticamente temrinou. Não havia chance de pontuar hoje.
 
14. Esteban Gutierrez (Sauber): "Lutamos o tempo todo e as coisas pareciam boas até a metade da prova. Entretanto, quando lutava por posição, perdia muita aderência, e os pneus rapidamente superaqueciam. Foi difícil"
 
16. Adrian Sutil (Sauber): "Foi uma corrida tranquila. Precisei largar do pit-lane devido a um problema com a configuração. É uma pena, estamos tendo problemas frequentes: você dá o melhor na classificação, mas se vê obrigado a largar em último. É frustrante"
 
17. Romain Grosjean (Lotus): "Conseguimos andar no pelotão intermediário rapidamente. No entanto, tivemos que alterar a estratégia de duas para três paradas na metade da prova, e isso trouxe alguns desafios. Muito trabalho foi feito para melhorar a performance do carro neste fim de semana, então é difícil não poder terminar"
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias