Leclerc: gestão de pneus e combustível é a principal diferença de F2 para F1

compartilhar
comentários
Leclerc: gestão de pneus e combustível é a principal diferença de F2 para F1
25 de jan de 2019 15:32

Charles Leclerc alertou George Russell sobre as principais diferenças entre a F2 e a F1, já que o campeão da principal categoria de base fará a migração para o Mundial na temporada de 2019.

Russell, que triunfou na F2 no ano passado, correrá na Williams ao lado de Robert Kubica. Ele repetirá o passo dado por Leclerc no ano anterior, uma vez que o monegasco entrou na Sauber depois de vencer na categoria de acesso em 2017.

Leclerc, que teve uma forte primeira temporada na F1 a ponto de ser promovido para a Ferrari em 2019, evitou dar conselhos específicos ao novato inglês, mas ressaltou quais foram os principais aspectos em que notou diferença.

“Acho que ele é um piloto muito forte”, disse Leclerc sobre Russell, segundo o site RaceFans. “Obviamente, não sei se ele terá ou não tantas dificuldades como eu tive nas primeiras três corridas. Não tenho muitas dicas a dar a ele – com certeza ele encontrará seu caminho até o topo.”

“Nas primeiras três corridas, não fomos tão competitivos, então depois de 20 voltas estávamos solitários na 19ª posição. Então, fica um pouco entediante, porque você só espera a corrida acabar.”

“[Mas a F1] É bem diferente em termos de gestão de pneus. Na verdade, acho que é algo mais extremo na F2 do que na F1, na verdade. Já em termos de gestão de combustível, obviamente não temos isso na F2 e temos na F1, então é bem diferente”, completou Leclerc, que já havia anteriormente apontado para a diferença de duração entre as corridas como outro ponto importante.

Russell, de 20 anos, chega à F1 após títulos consecutivos na GP3 e F2. O inglês é piloto do programa da Mercedes.

Next article
Ex-funcionários da Caterham conseguem receber pequenas indenizações

Previous article

Ex-funcionários da Caterham conseguem receber pequenas indenizações

Next article

Sainz: Hulkenberg venceria “logo de cara” em uma equipe grande

Sainz: Hulkenberg venceria “logo de cara” em uma equipe grande
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1