Lowe diz que caiu em "armadilha" de mentalidade errada na Williams

compartilhar
comentários
Lowe diz que caiu em
Por:
Co-autor: Oleg Karpov
18 de jan de 2019 13:17

Diretor técnico da Williams, Paddy Lowe, admitiu que "caiu na armadilha" de não aceitar a extensão dos problemas da equipe de Fórmula 1 e de quantas mudanças precisava

Paddy Lowe se juntou à Williams no início de 2017, depois de ser uma parte fundamental da equipe técnica da Mercedes.

A Williams foi a última colocada do campeonato de construtores de 2018 depois de desenvolver um carro com problemas aerodinâmicos fundamentais, e vem conduzindo uma revisão significativa em seus processos.

Paddy Lowe disse ao Motorsport.com que a Williams precisava "sair dessa mentalidade de que há apenas duas ou três coisas para consertar e que tudo vai ficar bem, e estaremos vencendo corridas."

"É uma mentalidade que acho que está na Williams há muito tempo", disse Lowe, cuja equipe venceu pela última vez em 2012, mas ainda não conquista um título desde 1997.

"A mentalidade que precisamos é dizer: 'Tudo está disponível para ser desafiado e tudo tem que ser feito melhor a cada ano', caso contrário, você está sendo deixado para trás por um conjunto muito forte de concorrentes.”

"Todas as 10 equipes da Fórmula 1 estão bem financiadas, são bem dotadas de engenheiros realmente bem instruídos, alguns dos mais talentosos do mundo.”

"Você não pode ficar parado em nenhuma área e essa é uma mentalidade que precisamos adotar e estamos adotando.”

"Isso não estava presente antes. Eu mesmo caí nessa armadilha."

Lowe disse que o trabalho que a Williams vinha conduzindo desde os primeiros meses de 2018 foi feito para fazer um progresso fundamental em suas práticas de trabalho.

Ele insiste que isso gerou resultados positivos, mesmo que isso não tenha "feito nada para transformar o desempenho geral."

O trabalho de revisão da Williams permanece interno, sem grande divulgação sobre novas pessoas que chegaram ao time ou como planeja ajustar sua estrutura técnica na sequência de algumas saídas em 2019.

Por outro lado, a McLaren sofreu uma reestruturação muito pública com alguns profissionais de alto nível.

Lowe disse: "O trabalho que temos que fazer é interno, e preferimos fazê-lo silenciosamente, e não declará-lo na mídia.”

"Eu não quero que minha equipe leia primeiro na mídia que estamos prestes a reorganizar tal e tal departamento.”

"Gostamos de ser o mais aberto possível, e ser honesto, mas algumas coisas você tem que fazer internamente primeiro."

Next article
Honda mira começar 2019 com o terceiro melhor motor da F1

Previous article

Honda mira começar 2019 com o terceiro melhor motor da F1

Next article

Ferrari e McLaren homologam chassi para temporada 2019

Ferrari e McLaren homologam chassi para temporada 2019
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Williams
Autor Scott Mitchell