Magnussen: pedi desculpas “várias vezes” a Gasly por Baku

compartilhar
comentários
Magnussen: pedi desculpas “várias vezes” a Gasly por Baku
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
3 de mai de 2018 12:37

Dinamarquês esclareceu o que quis dizer com declaração de que estaria disposto a morrer em um carro de F1

Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 Ferrari, locks a brake
Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso STR13 and Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 with damage
Kevin Magnussen, Haas F1 Team, on the grid with Ayao Komatsu, Chief Race Engineer, Haas F1
Haas F1 engineers work on the car of Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 Ferrari, on the grid
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 with puncture on lap one
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18
Kevin Magnussen, Haas F1 in parc ferme

Kevin Magnussen revelou que pediu desculpas a Pierre Gasly “por várias vezes” pelo incidente entre os dois no GP do Azerbaijão, além de esclarecer o seu raciocínio quando disse que estaria disposto a morrer em um carro de corridas.

O dinamarquês foi acusado pelo rival da Toro Rosso de ser o “piloto mais perigoso” contra quem já competiu, após um perigoso toque em alta velocidade na relargada em Baku. 

A filmagem do incidente foi divulgada pela F1 depois da prova, o que mostrou que Gasly e Magnussen se tocaram na saída de uma curva após o piloto da Haas se mexer, sendo que, pouco depois, eles quase se tocaram novamente na reta de chegada. 

 

Declarações dadas por Magnussen em uma entrevista à Reuters na sexta-feira anterior ao GP de Baku reapareceram depois da prova, sendo que muitos relacionaram as palavras do dinamarquês ao acidente de Gasly – algo que ajudou a aumentar a intriga. 

Porém, diante do ocorrido, Magnussen explicou o que quis dizer e deixou claro que se desculpou com Gasly pelo incidente. 

“A entrevista foi feita antes da corrida em Baku e não foi feita tendo em mente o incidente com Pierre na corrida. Eu não espremi Pierre de propósito, e me desculpei por várias vezes com ele pelo incidente”, escreveu o piloto. 

“Eu não quero morrer em um carro de corridas. Eu expressei meu desejo de dar absolutamente tudo em meu poder para alcançar o sucesso. Sucesso, para mim, obviamente não é ter acidentes ou ter punições, mas terminar as corridas na melhor posição possível.”

Magnussen acrescentou que estava tão comprometido com a F1 simplesmente porque tem a determinação de ter sucesso.

“Estou vivendo meu sonho de infância na F1 e coloquei minha vida inteira para alcançar este sonho”, disse. 

“Para mim, é natural dar absolutamente tudo o que tenho, alcançar o sucesso e, no dia que eu não fizer mais isso, me aposentarei imediatamente.” 

Próxima Fórmula 1 matéria
FIA retira brecha de queima de óleo na classificação da F1

Previous article

FIA retira brecha de queima de óleo na classificação da F1

Next article

Pódio em Baku não foi uma coincidência, diz Pérez

Pódio em Baku não foi uma coincidência, diz Pérez
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Kevin Magnussen , Pierre Gasly
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias