Marchionne: Ferrari aprendeu de maneira "dolorosa"

compartilhar
comentários
Marchionne: Ferrari aprendeu de maneira
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
4 de nov de 2017 10:38

Presidente de escuderia diz que lições valiosas foram aprendidas

Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H

Tendo iniciado a temporada fortemente e liderado a classificação durante a maior parte do ano, a campanha da Ferrari entrou em queda livre após o acidente de Sebastian Vettel em Cingapura e os problemas de motores na Malásia e no Japão.

Os sonhos do título finalmente terminaram no México no final de semana passado, quando Lewis Hamilton venceu o campeonato de pilotos, uma semana depois que a Mercedes conquistou o título de construtores.

Falando em uma conferência de investidores, o presidente Sergio Marchionne admitiu que perder o campeonato custaria a Ferrari dezenas de milhões de dólares, mas ele diz que o próprio time deve assumir a culpa de tudo o que deu errado.

Perguntado sobre o motivo da campanha da Ferrari ter caído, Marchionne disse: "Para responder a sua pergunta mais ampla sobre o que deu errado na F1, não acredito em má sorte. Em última análise, é uma reflexão sobre o modo como administramos os negócios."

"Foi uma combinação, especialmente na segunda metade da temporada, entre problemas técnicos e erros de pilotos... ou erro de julgamento do piloto."

No entanto, a maneira rápida em que a campanha da Ferrari entrou em colapso, pelo menos, ressaltou que a equipe precisa intensificar seu jogo para 2018.

"Eu acho que aprendemos muito, e acho que é uma maneira dolorosa de aprender", disse Marchionne. "Acho que a segunda metade da temporada revelou algumas fraquezas estruturais na maneira como estamos gerenciando o negócio, que serão corrigidos e, esperançosamente, em 2018 será uma temporada muito melhor."

"Lembro a todos que me fazem essa pergunta, e provavelmente sou o mais crítico na forma de como gerenciamos nossas atividades na F1, mas se eu tivesse perguntado a alguém no ano passado quão bem estaríamos em 2017, eu não poderia ter comprado a ideia de que estaríamos tão avançados na primeira metade da temporada."

"Então, fizemos bem desde o nosso ponto de partida, mas não conseguimos terminar a tarefa. É o objetivo de 2018 agora. Lamentamos não ter feito melhor, mas o carro está lá, e é na minha opinião, o melhor carro na pista hoje."

Próxima Fórmula 1 matéria
Renault planeja "carro completamente novo" para 2018

Previous article

Renault planeja "carro completamente novo" para 2018

Next article

Massa anuncia que 2017 será seu último ano na F1

Massa anuncia que 2017 será seu último ano na F1
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari Shop Now
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias