Renault planeja "carro completamente novo" para 2018

compartilhar
comentários
Renault planeja
Por: Lawrence Barretto
3 de nov de 2017 20:51

Equipe diz que está trabalhando em um "carro completamente novo" para temporada de 2018, apesar da relativa estabilidade nos regulamentos técnicos

Nick Chester, Technical Director, Renault Sport F1 Team,
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team RS17
Nick Chester, Technical Director, Renault Sport F1 Team,
Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso, talks with Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17 and Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17 battle

Além da introdução do Halo, como proteção de cockpit para a próxima temporada, há apenas alterações sutis nas regras aerodinâmicas em relação ao carro deste ano.

Mas, como as pretensões da Renault são de acelerar sua presença no pelotão da frente, a equipe planeja focar em grandes mudanças para o próximo ano.

O trabalho já está em andamento há algum tempo, com o planejamento de usar os treinos da sexta-feira no Brasil para avaliação dos planos de 2018.

"Estamos fazendo um forte progresso em Enstone e é onde nosso foco está", disse o diretor técnico da Renault, Nick Chester, sobre o progresso da equipe no carro do próximo ano.

"É um carro completamente novo apesar de um número relativamente baixo de mudanças de regulamento."

"Aprendemos muito sobre o pacote aerodinâmico e o equilíbrio de um carro construído para os regulamentos de 2017, de modo que o carro deve representar um forte passo à frente.

"Estaremos fazendo algumas testes aerodinâmicos no Brasil com uma variedade de instrumentos para ajudar a preparar o pacote de 2018."

O motor da Renault sofreu uma série de problemas de confiabilidade no México, com Nico Hulkenberg, Daniel Ricciardo da Red Bull e Brendon Hartley, da Toro Rosso, não conseguindo terminar.
O diretor da Renault, Cyril Abiteboul, disse que há uma "clara intenção" de superar o fracasso "inaceitável" rapidamente.

"Por sua vez, o GP do México foi particularmente difícil com uma série de problemas mecânicos inaceitáveis e temos a clara intenção de tomar medidas rápidas e fortes", disse ele.

"As particularidades do México acentuaram nossas fraquezas, mas claramente não conseguimos equilibrar o desempenho e a confiabilidade."

"O desempenho do nosso motor progrediu muito este ano à medida que os resultados da prova atestam, agora temos que encontrar a confiabilidade, tanto para nós como para nossos clientes, mesmo que Max [Verstappen] tenha ganhado magnificamente no México."

"O time continua confiante e unido, o que é essencial para manter o progresso no final da temporada e também para os nossos preparativos para 2018. Temos os meios, nossa organização é estável, robusta e competente."

Próxima Fórmula 1 matéria
Williams não teme deteriorar relação com Massa

Previous article

Williams não teme deteriorar relação com Massa

Next article

Marchionne: Ferrari aprendeu de maneira "dolorosa"

Marchionne: Ferrari aprendeu de maneira "dolorosa"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Renault F1 Team
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias