Marchionne: Vettel "já é mais ferrarista do que Alonso"

Presidente da Ferrari elogia envolvimento de Sebastian Vettel dentro da estrutura do time italiano e alfineta Fernando Alonso, que esteve no time por cinco anos

Sergio Marchionne, presidente da Ferrari, é só elogios a Sebastian Vettel, que fez a primeira temporada pela equipe italiana em 2015, conquistando três vitórias para o time durante o ano - nos GPs da Malásia, da Hungria e de Cingapura.

O alemão, que terminou o campeonato na terceira posição, foi o símbolo da recuperação da Ferrari, que viveu um péssimo 2014 em termos de resultados.

Durante o evento tradicional que os italianos realizam antes do Natal, o dirigente se mostrou encantado com o quanto Vettel já está entrosado com a equipe em apenas um ano, aproveitando para dar uma alfinetada em Fernando Alonso, que saiu da equipe no final do ano passado e não parece ter deixado muitos amigos na cúpula da fabricante de Maranello.

"Vettel é fantástico. No último sábado, aqui em Maranello, ele fez um discurso para 1200 pessoas, totalmente em italiano, foi inacreditável. Posso dizer que, em apenas um ano, ele já é mais ferrarista do que Alonso foi em cinco anos", disse.

Marchionne também falou sobre Kimi Raikkonen, que chegou a ter a vaga para 2016 ameaçada pelo compatriota Valtteri Bottas, mas permaneceu para a próxima temporada. Apesar de ter havido tal dúvida, o dirigente se mostrou bastante satisfeito com o "homem de gelo". 

"Vi uma mudança enorme em Kimi durante a temporada. Frequentemente, ele vem até mim e mostra fotos do filho. Acho que ele tem se mostrado muito mais estabelecido dentro da equipe, o que será bom para 2016. Creio que veremos o Kimi mais engajado dos últimos anos e estou contente em tê-lo como parte da equipe", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias