Martin Whitmarsh elogia atuação de seus pilotos no tráfego

compartilhar
comentários
Martin Whitmarsh elogia atuação de seus pilotos no tráfego
Por: Julianne Cerasoli
26 de abr de 2012 14:52

"Se o campeonato vai se definir por quem ultrapassa melhor, é por isso que temos dois grandes pilotos”, diz chefe da McLaren

Desempenho próximo tem provocado

Uma das grandes lições que ficaram nestas quatro primeiras corridas na temporada foi a necessidade de lidar bem com o tráfego. Afinal, com a performance entre as equipes bastante igualada, temos visto a formação de pelotões que passam a corrida toda disputando posição.

Para Martin Whitmarsh, chefe da McLaren, se a habilidade para ultrapassar for mesmo decisiva para o campeonato, o time de Woking está bem servido com Lewis Hamilton e Jenson Button. “Acho que nossos dois pilotos têm feito grandes ultrapassagens. Se o campeonato vai se definir por quem ultrapassa melhor, é por isso que temos dois grandes pilotos.”

O dirigente destaca a dificuldade em abrir caminho durante as provas. “Nós temos visto nas corridas quantos carros nosso pilotos têm tido de ultrapassar e, principalmente no final das provas, isso é muito difícil porque os pedaços de pneus que ficam fora da trajetória fazem com que haja muito pouco espaço.”

A dupla da McLaren fez, até agora, 36 ultrapassagens, tendo sido superados apenas quatro vezes. Hamilton e Button foram responsáveis por mais de 12% das manobras realizadas nestas primeiras provas.

“É ótimo ter a DRS, mas mesmo assim você tem de ir nessa sujeira para fazer a manobra e frear tarde com o pneu cheio de detritos, o que algo corajoso de se fazer. Estamos vendo muitos errarem ao fazer isso, mas ambos os nossos pilotos acertam o tempo todo.”

Outro fator importante é tentar ganhar posições sem correr riscos de ter danos no carro ou mesmo nos pneus. Além de tentarem se livrar rapidamente dos adversários, têm de evitar problemas.

“Você tem de tentar ultrapassar nessas situações sem perder muito tempo, assim como sem ser impetuoso demais. É muito fácil de fazer uma tentativa errada e perder uma asa dianteira ou se perder nos pedaços de borracha.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Fry admite: "Não há uma luz que podemos ligar e resolver tudo"

Previous article

Fry admite: "Não há uma luz que podemos ligar e resolver tudo"

Next article

Competitividade marca início e coloca pressão nos engenheiros

Competitividade marca início e coloca pressão nos engenheiros
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias