Massa critica FIA e classifica acidente grave de Bianchi como 'inaceitável'

Brasileiro criticou as condições da pista na caótica corrida no Japão

Bianchi sofreu um grave acidente na parte final da corrida
O clima de apreensão marcou o final do caótico Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1, em virtude do grave acidente ocorrido com Jules Bianchi. Tristeza de uns, e revolta de outros, como o brasileiro Felipe Massa, da Williams, grande amigo do francês da Marussia. 
 
[publicidade] No final da corrida, Jules Bianchi, da Marussia, colidiu com um trator, responsável por retirar o carro de Adrian Sutil da pista, e precisou ser retirado de ambulância do circuito de Suzuka. O piloto foi transportando inconsciente e em situação preocupante.
 
“Parece que o Jules (Bianchi) bateu em um trator, isso é muito complicado e até inaceitável”, declarou Massa, minutos antes de deixar o circuito rumo ao hospital em Mie.
 
Empresariados por Nicolas Todd, Massa e Bianchi possuem relação próxima. O brasileiro se mostrou revoltado pelas péssimas condições do tempo em Suzuka, clima que não impediu a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) de adiantar a prova ou até cancelar o GP.
 
“Tinha muita água na pista e era difícil enxergar, estava muito perigoso. A corrida começou muito antes e acabou muito depois, já com um tardio Safety Car na pista. O que importa agora é que tudo esteja bem com o Jules, porque é um grande amigo e uma grande pessoa”, completou Massa.
 
O acidente de Jules Bianchi resultou no fim da corrida no Japão. As primeiras informações sobre a gravidade do ocorrido resultaram em uma festa fria no pódio para os três primeiros colocados – Lewis Hamilton, Nico Rosberg e Sebastian Vettel.
 
Pilotos e representantes da equipes se encaminham para o hospital em Mie para de obter novas informações sobre o estado de saúde do piloto francês.
 
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias