McLaren insiste que não há risco de crise com Alonso

Diretor esportivo da escuderia, Eric Boullier, afirma que não há problemas de relacionamento com o espanhol, apesar da revolta do piloto no rádio

Alonso expressou sua frustração pela necessidade de poupar combustível no GP do Canadá, quando disse à equipe que não gostaria de correr como um 'amador', por ter que tirar o pé: "Eu não quero, eu não quero!", disse no rádio. "Já tenho grandes problemas na pilotagem, e agora isso. Estamos parecendo amadores. Quero correr, depois me concentro em combustível."

O ano-teste

A mensagem pelo rádio foi a primeira demonstração pública de descontentamento de Alonso com o difícil ano que McLaren vive. Entende-se que se as coisas não melhorarem, a situação poderia ficar ainda mais delicada. Mas Eric Boullier, diretor esportivo da equipe, diz estar tranquilo e calcula que Alonso, que abandonou ontem na volta 46, está consciente em ter que dar tempo ao tempo.

Quando perguntado se o piloto poderia perder as esperanças com a equipe, Boullier diz: "Se estivermos assim no próximo ano, sim, claro. Estou certo de que ele ficará decepcionado, mas não agora."

"Vocês (jornalistas) olham pra ele regularmente e percebem que ele está feliz, feliz com a equipe, feliz de onde está agora. Ele quer vencer, ele quer correr, ele quer competir, ele é um vencedor e pensamos da mesma maneira."

Sobre as pretensões do piloto para este ano, Boullier afirma: "Ele me disse outro dia que está preparado para considerar 2015 um ano-teste, justamente para ser mais competitivo ano que vem. Pelo menos ele não se coloca numa posição que poderia se iludir e ficar frustrado depois."

Mensagem para Honda

Boullier não acredita que seus pilotos estejam frustrados, mas sugere que há um desejo crescente de que as coisas melhorem. "É claro que hoje tínhamos a questão da economia do combustível e não é algo fácil de se aceitar. Não é frustração, talvez seja um pouco de impaciência. É verdade também que temos que corrigir esses problemas.

Quando perguntado se as declarações de Alonso foram um recado para Honda, Eric Boullier passou a bola: "Não sei, pergunte a ele, provavelmente sim." 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pista Circuit Gilles-Villeneuve
Pilotos Fernando Alonso
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias