McLaren leva multa após problema de Vandoorne no TL2

Belga deixou os boxes com uma roda solta depois de uma falha na simulação de pitstop, mas escapou de punição no grid

A McLaren recebeu uma multa de 5 mil euros (R$ 21 mil na cotação atual) por liberar Stoffel Vandoorne dos boxes com uma roda solta durante o segundo treino livre para o GP da China. 

O belga estacionou na pista perto dos instantes finais da sessão da tarde, com um problema em seu pneu traseiro direito, que não estava encaixado de forma apropriada depois de um treino de pitstop. 

Apesar de as regras da F1 permitirem punições no grid por saídas pouco seguras, a FIA preferiu seguir a tendência de, em vez disso, aplicar uma pena financeira. 

Um comunicado emitido pela FIA diz: “Sendo consistente com as decisões anteriores de natureza similar, os comissários decidiram que uma punição no grid não seria aplicável, já que o piloto tomou todas as ações apropriadas na primeira oportunidade disponível. Assim, os comissários multaram a equipe em 5 mil euros.”

O incidente de Vandoorne acontece em um momento de sequência de problemas em pitstops, o que levanta questões se as equipes estão comprometendo segurança na busca por melhorar os tempos nas trocas de pneus.

Na Austrália, ambos os carros da Haas abandonaram depois de falhas nos pitstops, sendo que, no Bahrein, um mecânico da Ferrari sofreu uma fratura na perna ao ser atingido pelo carro de Kimi Raikkonen.

Na ocasião, a Ferrari recebeu uma multa de 50 mil euros pelo incidente, também levando outra sanção similar, de 5 mil euros, por um outro erro no treino livre, também com Raikkonen. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pista Shanghai International Circuit
Pilotos Stoffel Vandoorne
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias