Mercedes: decepção com baixo rendimento do carro

Rosberg sai em sétimo, enquanto Schumacher fica no Q2, em 11º. Ambos se questionam sobre o motivo que impede modelo MGP W02 de ser rápido

Schumacher: frustrado com rendimento do carro em Melbourne

Se a McLaren vem sendo a surpresa do GP da Austrália, a decepção responde pelo nome de Mercedes. O desapontamento com a baixa performance do modelo W02 está nítido nas faces de Nico Rosberg e Michael Schumacher, que se queixaram da falta de desempenho. A tristeza, segundo os dois, é pelo desconhecimento do problema que deixou os carros rendendo abaixo da média, com apenas Rosberg passando ao Q3.

"Estou desapontado, pois quando fui para a cama na última noite, esperava uma boa performance na classificação. Pela manhã, algumas coisas não funcionaram no carro, mas a equipe fez um bom trabalho e quase todos os sistemas estiveram bem am na classificação. Então, precisamos descobrir o que aconteceu. Cometi um pequeno erro no Q3, o que possivelmente me custou uma posição, mas o fim de semana não vem dando certo. A vantagem é que largarei do lado limpo do grid e faremos o nosso melhor para somar pontos amanhã", conta Nico, sétimo no grid de largada.

"Claramente, não foi o início ideal para nossa temporada e não posso negar que estou desapontado. Não é sobre o Kers, que trabalhou de forma intermitente, nem sobre o fato de quase ter ido ao Q3, mas é por causa da performance, que não foi a esperada. Nos testes, estávamos no ritmo da Ferrari, mas isso não foi traduzido hoje. Enfrentamos mais problemas aqui que nos testes, com diversos ítens, em todo o fim de semana. Agora, temos de analisar a fundo os dados para entender os motivos pelos quais a situação ficou desse jeito, pois não estamos onde queremos", lastima Schumacher, que parte em 11º neste domingo.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias