Norris terá vida atarefada até chegar à F1, diz McLaren

Diretor esportivo da equipe, Eric Boullier esclarece que quer ver jovem inglês no time, mas diz que ainda há um longo caminho pela frente

Lando Norris tem se estabelecido como uma das grandes promessas do automobilismo nos últimos anos. No entanto, o inglês ainda terá um caminho longo e atarefado pela frente antes de chegar à F1, garante o diretor esportivo da McLaren, Eric Boullier.

Norris, atual campeão da F3 Europeia, é piloto do programa júnior da McLaren. Em 2018, ele deverá ser promovido à F2, correndo ao lado do brasileiro Sérgio Sette Câmara na equipe Carlin.

Segundo Boullier, Norris passará por um programa intenso a fim de se preparar da melhor forma possível para a F1.

“Espero que ele, um dia, pilote para a McLaren. É por isso que o trouxemos a bordo”, explicou o dirigente, em entrevista ao site oficial da F1. “Mas, primeiro, é a F2, que será um bom desafio esportivo para ele.”

“Ele passará muito tempo no simulador e terá a oportunidade de testar. Ele também estava querendo fazer algumas participações em treinos livres, mas não sou um fã disso. Mas ele ainda assim terá uma vida atarefada.”

Além de atuar na F2, em testes da F1 e no simulador da McLaren, Norris também deverá, em 2018, competir nas 24 Horas de Daytona, formando equipe com Fernando Alonso na equipe United Autosports. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lando Norris
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias