Sauber: retorno de Raikkonen representa grande impulso

compartilhar
comentários
Sauber: retorno de Raikkonen representa grande impulso
Por: Adam Cooper
20 de set de 2018 20:59

Chefe da Sauber na F1, Fred Vasseur afirmou que o retorno de Kimi Raikkonen em 2019 será um grande impulso à equipe, sendo que ele defende que os benefícios já ficaram visíveis.

Vasseur vê Raikkonen ajudando a desenvolver o aspecto técnico com a grande experiência e visão que já mostrou na Ferrari. “Ele possui a reputação de ser muito bom tecnicamente, com um feedback muito forte”, disse Vasseur ao Motorsport.com.

“Provavelmente, quando você tem 450 pessoas [na equipe], é mais importante ter esse tipo de cara do que quando você é das ou três vezes maior.”

“Precisamos ter um líder forte no lado do piloto. Ele tem um feedback muito forte, e ele é provavelmente um dos melhores, ou o melhor.”

Vasseur disse que a notícia da chegada de Raikkonen já se mostrou motivadora para engenheiros e outros membros da equipe.

“A reação na fábrica foi intensa. É um grande incentivo considerar que alguém como Kimi poderia se juntar ao projeto, que ele confia na equipe e em todos na equipe.”

“Isso dá autoconfiança. ‘O cara que está na minha frente, que é um campeão mundial, considera que eu posso fazer um bom trabalho, então o esforço é total.’”

“Eu estava no escritório de design quando informamos internamente que Kimi se juntaria a nós, e a reação foi ‘uau!’.”

Vasseur disse que sua presença também é um grande impulso ao lado do marketing, sendo que patrocinadores já demonstraram interesse.

“O anúncio de Kimi foi um grande impulso em termos de marketing. Acho que descobriremos o impacto de Kimi semana após semana. No grid, ele será um dos três campeões mundiais no ano que vem, com Seb e Lewis, e ele tem um grande impacto.”

“Estamos recebendo ofertas de várias áreas, de patrocinadores. É um sentimento muito estranho. Eu provavelmente subestimei o impacto. Não sou um grande fã de redes sociais, mas acho que é algo enorme.”

“Kimi era inesperado há 12 meses, mas há 12 meses nós não estávamos em lugar algum.”

“Eu não poderia imaginar que convenceria Kimi a se juntar à equipe. Mas é graças a todos na empresa, porque fizemos um bom progresso. Acho que Kimi gostará de correr conosco.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Rosberg proíbe filhas de se tornarem pilotos

Previous article

Rosberg proíbe filhas de se tornarem pilotos

Next article

Leclerc completa teste de pneus com Ferrari

Leclerc completa teste de pneus com Ferrari
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias