Vandoorne diz que levará “pontos positivos” de 2017

Belga destaca ter Alonso como companheiro de equipe: “foi muito bom estar ao lado dele”

Sofrendo com o mau desempenho do motor Honda durante a temporada deste ano, Stoffel Vandoorne teve um ano de puro aprendizado na Fórmula 1. Mesmo mostrando o talento que o fez ser campeão da GP2 em 2015, ele acabou tendo como desvantagem o fato de não ter conseguido grandes resultados.

"Foi uma temporada com altos e baixos", disse Vandoorne, que terminou em 16º o campeonato.

"Provavelmente não é a temporada que gostaríamos de ter, mas há muitos pontos positivos para tirar desta temporada também. A maneira como desenvolvemos o carro, do jeito que estamos indo para o ano que vem, tudo está indo na direção certa.”

"Todo o esforço que colocamos nas corridas finais foi o mesmo do início do ano".

Vandoorne acrescentou que conseguiu absorver o conhecimento de Alonso, descrevendo o espanhol como a "melhor referência" como companheiro de equipe.

"Foi uma boa temporada trabalhando com Fernando, ele provavelmente é a melhor referência que posso ter no grid", explicou Vandoorne.

"Eu acho que foi muito bom estar ao lado dele, aprender a maneira como ele constrói um fim de semana, a maneira como ele trabalha com a equipe preparando o carro.”

"Eu ganhei muita experiência e estou ansioso para transmitir isso no próximo ano".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Stoffel Vandoorne
Tipo de artigo Últimas notícias