Verstappen explica erro na corrida: “Algo quebrou no carro”

compartilhar
comentários
Verstappen explica erro na corrida: “Algo quebrou no carro”
25 de mar de 2018 09:16

Holandês diz que problema apareceu nas voltas iniciais, o que influenciou na rodada que sofreu na Curva 1

Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 and Fernando Alonso, McLaren MCL33
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 Ferrari, Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 Tag Heuer
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 as Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 spins
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 Tag Heuer, spins in the path of Romain Grosjean, Haas F1 Team V
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 Tag Heuer, spins in the path of Romain Grosjean, Haas F1 Team V
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 Tag Heuer, spins in the path of Romain Grosjean, Haas F1 Team V
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 Ferrari, a spinning Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 Tag Heu
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing, in the drivers parade

Max Verstappen afirmou que enfrentou problemas em seu carro praticamente desde o início do GP da Austrália, o que interferiu na rodada que teve que prejudicou seu resultado.

O holandês partiu em quarto no grid, mas foi superado por Kevin Magnussen ainda nos metros iniciais. Quando tentava superar o piloto da Haas, acabou rodando sozinho na Curva 1, o que o fez perder várias posições.

Ao fim, Verstappen completou a prova em sexto, duas posições atrás de Daniel Ricciardo, seu companheiro de equipe, que largou somente em oitavo. 

“Minha largada foi decente, mas tive um pouco de azar na Curva 1 e perdi uma posição. De repente, tive um monte de problemas com o carro, de equilíbrio, e descobrimos depois de quatro ou cinco voltas que algo quebrou no carro. Toda hora no meio das curvas eu perdi aderência, e houve um momento em que fui pego na Curva 1 e rodei”, descreveu Verstappen.

“Depois disso você fica na caça, mas não consegue ultrapassar nessa pista, o que é uma pena. Com as circunstâncias e os danos que tivemos, ainda assim marcamos alguns pontos. Quando tínhamos ar livre, o ritmo era bom. Não precisamos nos preocupar. Precisamos apenas focar em ter uma classificação limpa, e, então, tudo se resolve sozinho na corrida.”

Já Ricciardo fez corrida de recuperação sólida, mas, no fim, viu sua evolução parar nas tentativas de ultrapassar Kimi Raikkonen na luta pelo pódio.

“Eu obviamente tentei tudo o que pude com Kimi”, disse Ricciardo.

“É uma pista apertada, um pouco difícil de ultrapassar, mas fizemos a melhor volta – isso é um bom sinal para as próximas semanas.”

“Acho que estamos muito próximos do ritmo da Ferrari. Marcamos a melhor volta, então éramos um dos carros mais rápidos, senão o mais rápido de hoje.”

“Tomara que isso seja representativo. Acho que ainda temos que encontrar ritmo em voltas lançadas, mas em ritmo de corrida estamos bem.”

Veja os destaques do GP da Austrália

 

Próxima Fórmula 1 matéria
Bottas culpa má refrigeração por falta de combatividade

Previous article

Bottas culpa má refrigeração por falta de combatividade

Next article

Para Perez, Force India é pior time do pelotão do meio

Para Perez, Force India é pior time do pelotão do meio

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Localização Melbourne Grand Prix Circuit
Tipo de matéria Últimas notícias