Verstappen: Force India e Williams serão fortes no Bahrein

compartilhar
comentários
Verstappen: Force India e Williams serão fortes no Bahrein
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
27 de mar de 2016 16:30

Para piloto da Toro Rosso, equipes rivais equipadas com motor Mercedes estarão em condições favoráveis em Sakhir e serão grande desafio para equipe de Faenza

Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11 leads team mate Max Verstappen, Scuderia Toro Rosso STR11
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Max Verstappen, Scuderia Toro Rosso STR11
Max Verstappen, Scuderia Toro Rosso STR11
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS16 and Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16 and Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11 battle for position
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11

Max Verstappen e Carlos Sainz Jr. mostraram na classificação do GP da Austrália que a Toro Rosso possui um bom carro para o início da temporada - o espanhol foi o quarto no grid e o holandês largou em sétimo. Na corrida, entretanto a equipe não confirmou as expectativas: nono lugar para Sainz Jr. e décimo para Verstappen.

Quando questionado pelo Motorsport.com sobre em qual posição a Toro Rosso deveria ter cruzado a linha de chegada em Melbourne, o holandês projetou o top-5, atrás apenas de Nico Rosberg, Lewis Hamilton, Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo.

“Poderíamos ter sido quinto. Eu diria que a ordem seria a dupla da Mercedes, Vettel, Ricciardo e então viria nosso carro", disse.

Embora o potencial do STR11 seja evidente, Verstappen acredita que as próximas etapas, como o GP do Bahrein, vão beneficiar os rivais equipados com motores Mercedes, casos de Williams e Force India, carros que ele acredita que poderia ter superado na Austrália.

“Williams e Force India não foram tão fortes em ritmo de corrida em Melbourne, mas certamente eles vão evoluir - especialmente no Bahrein, pista com retas longas", afirmou.

Verstappen resaltou ainda que a briga com a Red Bull é acirrada. A Toro Rosso é rápida na classificação, mas o holandês considera que o time de Milton Keynes possui um ritmo mais forte na corrida.

“Não somos tão velozes quanto eles, mas estaremos próximos. Creio que a corrida no Bahrein será muito mais difícil para nós do que a da Austrália. Daremos o nosso melhor e espero que nosso carro ande bem novamente", disse.

Oportunidade perdida

Apesar da frustração de todos na Toro Rosso por não terem explorado todo o potencial do carro na Australia, Sainz Jr. se mostra confiante, destacando que a lição foi aprendida e, portanto, o time terá resultados melhores nas próximas etapas.

“Não estamos contentes, pois sabíamos que nosso ritmo nos permitiria ir além do nono e décimo lugares, sem dúvida. Foi uma corrida caótica, não era tão simples encontrar a estratégia correta e não fomos capazes de fazer isso", disse.

“Mas estou convencido de que foi uma situação atípica e seremos mais eficientes no Bahrein, mesmo sendo Sakhir uma pista que não favorece nosso carro", completou.

Próxima Fórmula 1 matéria
Aos 56, Senna estaria ganhando dinheiro, acredita biógrafo

Previous article

Aos 56, Senna estaria ganhando dinheiro, acredita biógrafo

Next article

Massa: Fórmula 1 precisa implantar Halo nos carros

Massa: Fórmula 1 precisa implantar Halo nos carros
Load comments