Verstappen questiona decisão de Ricciardo de ir para Renault

compartilhar
comentários
Verstappen questiona decisão de Ricciardo de ir para Renault
23 de ago de 2018 16:39

Holandês acredita que time francês não apresenta no momento “melhor cenário para se ir”

O companheiro de equipe de Daniel Ricciardo na Red Bull, Max Verstappen, expressou dúvidas sobre a surpreendente decisão do australiano de assinar com a Renault para 2019.

Esperava-se que Ricciardo permanecesse na Red Bull ao lado do holandês, mas ele chocou a F1 ao assinar um contrato de dois anos com a equipe de fábrica da montadora francesa.

Verstappen acha que seu parceiro errou na escolha.

"Eu acho que todo mundo ficou surpreso. No final das contas, ele tem que se sentir bem com a decisão, é o mais importante", disse Verstappen.

“Eu acho que todo mundo tem momentos em suas carreiras que você está frustrado ou não está feliz com a situação atual. Eu acho que todo mundo aqui quer ganhar corridas ou ganhar campeonatos, mas às vezes não é assim.”

“Você tem que ser realmente paciente e trabalhar duro para isso. Às vezes você precisa de todo o pacote para dar certo.”

“É nisso que a Red Bull está trabalhando no momento, e estou confiante de que eles podem entregar um carro que é capaz de vencer todas as corridas, só precisamos do pacote inteiro e estamos trabalhando para isso.”

“É por isso que também foi uma surpresa para mim que ele tenha saído. Uma mudança de cenário? Não tenho certeza se a Renault é o melhor cenário para se ir. ”

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing, arrives in the paddock in good spirits

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing, arrives in the paddock in good spirits

Photo by: Glenn Dunbar / LAT Images

Falando sobre uma mudança para uma equipe de meio de grid como a Renault em junho, Ricciardo disse que a decisão teria "algum apelo", mas não estava "no topo da lista". Colocar as mãos em um carro que poderia ser campeão mundial era uma prioridade.

Mas, apesar de admitir que a oferta de título da Renault para o ano que vem não é realista, o australiano disse estar convencido pelos "sinais realmente bons" que viu.

“Obviamente, no próximo ano, brigar por um título é improvável”, disse ele.

“Mercedes e Ferrari são os que fazem isso de forma consistente. Nós, Red Bull, fomos capazes de ganhar algumas corridas neste ano, mas em termos de luta por um campeonato, é difícil superar Mercedes e Ferrari olhando para o próximo ano.”

“O plano de curto a médio prazo da Renault parece muito encorajador. O que eles fizeram nos últimos dois anos me encorajou, e os desenvolvimentos feitos na fábrica e o que eles estão fazendo com suas finanças, onde estão gastando e a maneira como estão fazendo isso, me mostraram que eles querem ganhar o mais rápido possível.”

“Obviamente, todo time quer ganhar e tentar fazer acontecer, mas eu vi alguns sinais muito bons com o que eles me mostraram na apresentação.”

“Também a honestidade, não dizendo que eles iriam ganhar em Melbourne no próximo ano.”

"Ainda estaremos em um ponto do processo, mas um processo que está avançando rapidamente."

Reportagem adicional por Jonathan Noble e Scott Mitchell

Próxima Fórmula 1 matéria
Ricciardo: vontade de mudar provocou ida à Renault em 2019

Previous article

Ricciardo: vontade de mudar provocou ida à Renault em 2019

Next article

FIA aprova entrada da Racing Point Force India F1

FIA aprova entrada da Racing Point Force India F1
Load comments